20 tirinhas criativas que vão mudar o humor do seu dia

Você já deve ter escutado a expressão “se espremer o jornal, escorre sangue” ou algo do gênero que classifique os noticiários jornalísticos como negativos e desanimadores. Pois bem, é impossível negar que há uma predominância de matérias polêmicas e por isso é necessário alguns conteúdos mais leves, e nada melhor do que 20 tirinhas criativas que vão mudar completamente o seu dia.

O criador das tirinhas é o jornalista Danilo Kossoski e explica que na verdade, a ideia nunca surgiu e que encontrou no desenho uma forma de dizer o que sentia, já que não era muito bom em se expressar com palavras. “Digamos que foi um efeito colateral, uma consequência inevitável. Quando criança sempre fui muito introvertido e com uma imaginação fértil. Um caderno e um lápis era grandes amigos”, revela.

Kossoski comenta que no começo, eram rabiscos nos quais ele tentava representar cenas de sua realidade e que enquanto frequentou a escola, isso evoluiu para caricaturas de amigos e professores, além de histórias em quadrinhos. O autor afirma que na universidade, a timidez foi diminuindo, ainda mais por ter escolhido cursar jornalismo e precisar se comunicar com pessoas: “O senso crítico também se aprimorou. Aí, os traços se tornaram charges. E, quando concluí a graduação, surgiu a primeira oportunidade de publicar em um jornal, na forma de tira em quadrinhos, que foi o que se tornou minha marca.

É possível acompanhar o trabalho através do Twitter ou Facebook:

E desde então, nunca mais parou! As tirinhas já foram publicadas em jornais de grandes circulações, como Hoje Centro Sul (Irati/PR), Jornal da Manhã e Diário dos Campos (ambos em Ponta Grossa/ PR). Entretanto, Kossoski optou o jornalismo como trabalho principal e mantém as tiras como um hobby.

“Mesmo sendo uma atividade que fica em segundo plano, é uma válvula de escape importante, algo que me motiva e serve para equilibrar a mente nesse turbilhão de coisas que acontecem em meio ao jornalismo diário”, explana. O jornalista lamenta a falta de tempo para a criação e sente que só restabelece  “parte da sanidade perdida” quando faz mais uma tirinha.

Processo criativo 

É necessário observar os detalhes do cotidiano para aflorar a criatividade e assim criar uma nova tirinha. Kossoski explica que é como um estalo: “É uma frase dita no café. Uma notícia no telejornal. Um comentário de minha filha de três anos. Mas eu, normalmente, preciso estar de bom humor, do contrário não consigo perceber o que pode se tornar uma tirinha”.

Para o jornalista, o maior desafio para ter inspiração é manter o bom humor e coloca a parte de desenhar como a mais fácil. Desde modo, para facilitar o processo criativo, Kossoski criou vários personagens e diversas séries. Conheça:

  • O garçom Catraca: Já acumula mais de 400 tiras e foi criado para permitir uma abordagem crítica à sociedade contemporânea. O objetivo principal do personagem é estimular a reflexão bem humorada sobre acontecimentos e costumes. Portanto, na maioria das vezes, ele é como um cronista e trata dos assuntos em âmbito local.
  • O mecânico Zé Ruela: O personagem foi criado para desconstruir a ideia de que o trabalho dignifica o homem. Zé não liga para a dignidade que o trabalho possa oferecer, é um malandro preguiçoso e que leva a vida na leveza. A intenção é criticar o excesso de dedicação ao trabalho, em um tempo no qual isso não é valorizado na maioria das empresas. Com isso, deixa a mensagem de que viver a vida é mais importante que viver trabalhando.
  • Dan & Pri: É uma série que registra alguns acontecimentos que Danilo Kossoski vive ao lado da esposa, Priscila. A ideia é usar isso para abordar o relacionamento de casal, tratando de temas de maneira divertida, por exemplo: aceitação do outro, parceria, confiança, divisão de tarefas e economia familiar. Em algumas das tiras, a filha de três anos do casal e até a sogra aparecem como participação especial.
  • A Redação: A intenção é expor um pouco da rotina em um jornal diário. Surgiu como forma de apresentar um pouco dos diálogos inusitados que surgem em uma empresa de jornalismo. A série possui personagens que se baseiam em pessoas reais, embora os roteiros não estejam focados totalmente na realidade.

Também há outros personagens como Sebas que é sujeito super mal humorado e crítico; Tatu que é o amigo de Catraca, que avalia as situações com uma pegada filosófica e Danilo que seria sua própria representação que compõem os quadros. Após o processo de criação, as tirinhas são publicadas nas redes sociais e arquivadas em seu blog, tendo em vista que já participou dos salões de humor em Volta Redonda (RJ) e Piracicaba (SP).