#Fake: Padre Marcelo Rossi não foi empurrado por falar que “mulheres gordas não vão para o céu”

152

Dede o último fim de semana, circula pelas redes sociais um vídeo que mostra o padre Marcelo Rossi sendo empurrado durante uma missa que aconteceu em Cachoeira Paulista, localizada no interior de São Paulo. Porém, em publicações estrangeiras, o portal justifica na legenda do post que o ataque ocorreu depois que o religioso disse que ‘mulheres gordas não vão para o céu’.

“Isso aconteceu no #Brasil durante uma missa em Cachoeira Paulista, São Paulo, quando um padre disse ‘Mulheres gordas não vão para o #Céu’. Veja o que uma mulher faz”

A informação é #Fake!

O vídeo que mostra o padre sendo empurrado também começou a circular em outros países, Kuwait, Estados Unidos e Chile, por exemplo. O problema é que as publicações atribuem ao religioso uma frase que ele não disse. Antes de tudo acontecer, Marcelo Rossi falava sobre a função de um sacerdote e com isso não fez nenhuma menção à frase atribuída a ele nas publicações, de que “mulheres gordas não vão para o céu”.

Na realidade, ele dizia: “Essas mãos não mais me pertencem. Pecadoras, fracas, mas essas mãos pertencem a Jesus. Tanto que o sacerdote age na pessoa de Cristo. Para servir, para abençoar”. Foi nesse instante que foi derrubado do palco. Um boletim de ocorrência sobre o caso foi registrado pela polícia de Lorena, cidade próxima, a mulher foi ouvida e liberada.

Confira o momento da queda:

Logo depois do acidente, o padre fez um breve pronunciamento falando que está tudo bem. “Glória a Deus, Maria passou na frente e pisou na cabeça da serpente. Estou ótimo. Amém. Fiquem tranquilos, só estou com umas dores, isso é normal. Não quebrei nada”, enfatiza.