Fernanda Paes Leme fala sobre solteirice na quarentena: ‘Já tive dois encontros virtuais’

Fernanda Paes Leme conversou com Paula Oliveira durante uma live do Gshow e contou como tem sido sua quarentena em casa sozinha.

Morando desde os 19 anos no Rio de Janeiro, a paulistana decidiu voltar para sua cidade e contou que tomou essa decisão depois de ter passado um tempo isolada em casa com coronavírus. Perto de seus pais, em São Paulo, ela se sente mais segura e próxima da cena cultural. Solteira, a atriz também falou com leveza sobre seu status.

A atriz testou positivo para o Covid-19 logo no início da pandemia. “Quando eu peguei o vírus, me senti muito sozinha. Depois de um mês, eu vim para São Paulo e foi muito bom esse reencontro. Aqui eu tenho minha família, meu amigos”.

Fernanda falou sobre estar solteira na quarentena: “É natural falar da minha solteirice. Tem gente que se compadece. Mas eu não estou pedindo isso. Tá errado. Quem disse que para ser uma mulher feliz, completa eu preciso ter um par? Isso é uma sociedade lá de trás, que plantou isso na nossa cabeça”.

“Não quer dizer que eu não gostaria, que eu não quero. Mas se não for para me acrescentar, para me agregar, então não. A amizade é meu relacionamento sério. As relações se transformaram muito ao longo dos anos. Eu tive 8 namorados. Para todos os términos, amizades. São essas pessoas que eu cultivo e sei que vão estar comigo pro resto da vida”, completa.

Se engana quem pensa que a atriz está se sentindo sozinha, ela disse que já teve dois encontros virtuais. “A rede social virou nossa saída para o barzinho, né? Tenho dado mais atenção para papos. Fiz dois dates virtuais já”.

Por fim, Fernanda falou sobre a vontade de ter filhos, que veio após se tornar madrinha de Bless, filho de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso. “Quando me tornei a madrinha do Bless, foi quando em algum lugar bateu sobre a maternidade. Eu vou ser mãe de algum jeito, independente, adotando… Se vai ter um boy, não vai ter o boy, se vai ter o pai presente, se vai ser sem querer, sei lá…”, revela.