Dólar volta a superar R$ 5,45: entenda a variação

14

Nesta sexta-feira (26), o dólar volta a superar R$ 5,45 e opera em alta. Sendo assim, está caminhando para seu terceiro ganho semanal – consecutivo – com cautela no exterior por conta da incerteza dos investidores em meio a pandemia e desdobramentos econômicos.

A terceira semana consecutiva de alta do dólar recupera forças após cair abaixo de R$ 5 no início do mês. A parcial do mês acumulou recuo de 0,01% e em 2020 tem alta de 33,07%. Nesta manhã, a moeda norte-americana subia 2,09% (a R$ 5,4475) e também na máxima chegou a R$ 5,4860. Já na quinta-feira (25), o dólar encerrou o dia em queda de 0,21% (a R$ 5,3358).

Ainda hoje,  o Banco Central fará leilão para rolagem de até 12 mil contratos de swap cambial tradicional que vence em novembro de 2020 e fevereiro de 2021, de acordo com a Reuters.

Os investidores evitam apostas mais arriscadas e os mercados oscilam as atenções entre os temores de uma segunda onda de casos de coronavírus e o otimismo em relação à melhoria dos dados econômicos na Europa.

A presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, destacou que a zona do euro “provavelmente superou” a parte pior da crise econômica causada pela Covid-19 e também alertou que a recuperação será “desigual” e “incompleta”.

Além da incerteza no setor da economia brasileira, o país possivelmente irá colher sua primeira década de recessão. A redução da Selic é apontada por especialistas como fator que estimula o dólar, já que torna rendimentos locais – atrelados aos juros básicos – menos atraentes.

Entenda o motivo da norte-americana subir e descer com frequência:

 

Ver essa foto no Instagram

 

EXTRA EXTRA EXTRA ?? . Edição extra pra falar desse ser tão VALORIZADO: o dól ? @alce.oficial

Uma publicação compartilhada por Jornaleco (@jor.naleco) em

Aproveite e veja na galeria mais informações sobre o dólar e sua variação.