Chris Flores se revolta com show de Jorge e Mateus que causou aglomeração: “Egoístas, irresponsáveis, nojentos”

Chris Flores perdeu a paciência durante a apresentação do programa Triturando, do SBT, na tarde desta terça-feira (28). Ao noticiar que a dupla Jorge e Mateus realizou um show às margens do lago Paranoá, em Brasília, provocando uma grande aglomeração de pessoas, Chris fez duras críticas aos cantores e às pessoas que compareceram ao show.

A apresentadora desabafou sobre a morte do amigo, Rodrigo Rodrigues, jornalista da SporTV e da Globo, em decorrência de complicações da covid-19.

“Egoístas, irresponsáveis, nojentos! É isso o que eu digo sobre vocês. Eu perdi um amigo hoje, eu não tolero gente assim, meus sentimentos à família do Rodrigo Rodrigues, um grande jornalista, um grande amigo, uma grande pessoa. Morreu trabalhando, tinha que trabalhar”, disse ela.

“O que vocês estão comemorando? Mais de mil mortes por dia? Chega. Gente pequena, nojenta”, continuou, muito abalada.

Chris era muito amiga de Rodrigo. Em seu Instagram, a apresentadora fez uma linda homenagem ao jornalista e ainda criticou quem não respeita a quarentena.

 

Ver essa foto no Instagram

 

A gente gostava de rock, de TV, de Londres, de rir da gente mesmo e da vida. Rodrigo era tão gentil, doce, batalhador, divertido, iluminava por onde passava… grande jornalista, apresentador, escritor, músico e principalmente, amigo. Saudade querido, mas eu sei que Deus precisava de alguém tão especial como vc ao lado Dele. Eu sei que de lá, vc vai cuidar de nós. Meu coração, minhas lembranças maravilhosas e minhas orações pra vc e para sua família ?? Mais uma vítima dessa pandemia que tem sido agravada pela irresponsabilidade e negacionismo de quem não sabe viver em sociedade, não tem empatia nem respeito ao próximo. Vidas importam ?

Uma publicação compartilhada por Chris Flores (@chrisfloresnet) em

 O show que gerou a revolta de Chris Flores aconteceu no último sábado, 25. O evento chamado “Na Praia” foi realizado em um resort, em que hospedes podiam acompanhar tudo da sacada de suas suítes e internautas per meio de uma live.

Mas, no Lago Paranoá, que fica próximo ao local onde o palco foi montado, diversas pessoas se aglomeraram em lanchas ignorando as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do governo do Distrito Federal que, desde o início da pandemia, proíbe atividades culturais coletivas, como cinemas, teatros, shows e eventos, de qualquer natureza.