É falso que líder do Black Lives Matter é financiada pelo partido chinês

A polarização política que tomou o Brasil desde as eleições presidenciais de 2018 não é um fato existente apenas no País, mas em grande parte do mundo, tanto é que as eleições presidenciais americanas demonstram este fato e como diversas questões sociais e culturais estão sendo cada vez mais associadas a partidos políticos ou a correntes ideológicas. 

Desde o último mês, circula na web o print de uma suposta notícia de que a líder do movimento “Black Lives Matter” (Vidas Negras Importam, em livre tradução), Alicia Garza, supostamente contou com o financiamento do Partido Comunista Chinês.  

A suposta matéria intitulada de “Líder e co-fundadora do Black Lives Matter tem projeto ‘financiado’ pela China (veja o vídeo)” viralizou em diversas redes sociais e fez com que alguns internautas começassem a duvidar do movimento social, questionando o intuito por trás do movimento, que se tornou um dos assuntos mais comentados do ano depois da morte de George Floyd, que foi morto em Minneapolis, nos Estados Unidos, em maio deste ano.  

++ Vídeo que simula funcionamento da urna eletrônica não comprova que o equipamento pode ser fraudado

O homem foi estrangulado por um policial branco que ajoelhou em seu pescoço durante uma abordagem policial por supostamente usar uma nota falsificada de vinte dólares em um supermercado.  

A suposta notícia publicada no site do Jornal da Cidade Online, que abordava o envolvimento da líder do movimento social, não é verídica. Originalmente, a publicação que associa Alicia Garza ao Partido Comunista Chinês foi noticiada pelo The Daily Signal, um portal conservador americano.  

Na época de sua publicação, a notícia também repercutiu nas redes sociais dos norte-americanos, entretanto, pouco tempo depois uma reportagem do The New York Times esclarecia que o artigo publicado no blog, na verdade, confundiu o nome de duas organizações que possuem o mesmo nome, e, por isso, ligou o Black Lives Matter ao governo chinês. Assim, a informação de que Alicia Garza é parceira de um grupo chinês pró-comunismo é falsa.  A informação foi verificada pela agência Lupa. 

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.