“Viúva Negra”: Scarlett Johansson viu vantagem em demora para a produção do filme

332

A Viúva Negra, personagem vivida por Scarlet Johansson nos filmes da Marvel, estreou na franquia em 2010, em Homem de Ferro 2. Desde então, o estúdio tem mantido os fãs na expectativa de um filme solo da heroína. Apesar de 10 anos terem se passado, a demora para que o projeto saísse do papel pode até parecer desanimadora, mas, segundo Johansson, esse tempo foi vantajoso para ela.

Em uma entrevista concedida para o livro oficial do longa, que será o 25º do Universo Cinematográfico Marvel, a atriz revelou que “não poderia ter se aprofundado tanto” se Natasha não tivesse sido explorada em outras produções.

“Se tivéssemos feito um filme solo da Viúva Negra há alguns anos, teria sido muito diferente. O sacrifício de Natasha em ‘Vingadores: Ultimato’ traz uma perspectiva totalmente diferente sobre a personalidade dela. Antes desse momento, não sei se conseguiria mostrar ao público quem Natasha realmente é, o que a motiva.”, revelou.

“Provavelmente seria um thriller de espionagem mais tradicional que talvez fizesse um barulho diferente e apenas arranhasse a superfície do que fizemos”, contou Scarlet.

Segundo a sinopse oficial do filme, “Em Viúva Negra, thriller de espionagem recheado de ação da Marvel Studios, Natasha Romanoff – a Viúva Negra – confronta as partes sombrias de sua profissão quando surge uma perigosa conspiração conectada com o seu passado. Perseguida por uma força implacável que quer derrubá-la, Natasha deve lidar com sua história como espiã e as relações quebradas que deixou quando se tornou uma Vingadora.”

Devido a pandemia de Covid-19, o longa acabou tendo sua estreia adiada e deve ser lançado cinemas em abril de 2021.