Após 7 minutos de tensão, Robô da Nasa chega em Marte

O robô explorador “Perseverance”, construído e operado pela Nasa, completou nesta quinta-feira (18) uma jornada de mais de seis meses e 200 milhões de km com um pouso realizado com sucesso na cratera Jezero, em Marte. Agora o planeta conta com três missões espaciais acontecendo ao mesmo tempo. China e Emirados Árabes Unidos chegaram antes “na região”.

+ 17 produções sobre ciência e tecnologia para assistir na Netflix

Em missão “Mars 2020”, cientistas afirmam que o momento mais tenso foram os “sete minutos de terror”, tempo entre a entrada na atmosfera do planeta em altíssima velocidade e o pouso em si.  No topo da atmosfera do planeta, o robô, que se assemelha a uma espécie de disco voador, chegou a uma velocidade absurda de mais de 20.000 km/h.

Para atingir essa velocidade e resistir às altíssimas temperaturas causadas pelo atrito, o robô foi construído com um escudo térmico que o protegia. Ao chegar às camadas mais baixas, o veículo foi se guiando e estabilizando, com ajuda de propulsores. Quando estava lento o suficiente, foi lançado um enorme paraquedas supersônico, para frear a descida.

Segundo a Nasa, o  principal objetivo do robô é determinar se Marte já teve, no passado, condições de abrigar vida. Além disso, a missão vai testar equipamentos e técnicas que poderão ser úteis em uma futura missão tripulada ao planeta.