Facebook desmente que tenha acesso às contas bancárias dos usuários

Mark Zuckerberg, programador. empresário e criador do Facebook, a rede social mais acessada do mundo. (Foto: Reprodução/Twitter)
Mark Zuckerberg, programador. empresário e criador do Facebook, a rede social mais acessada do mundo. (Foto: Reprodução/Twitter)

Vídeo que fala sobre “Atividade fora do Facebook” enganou os usuários nesta última quinta-feira (18). 

+Diretor da Marvel nega volta de Chris Evans como Capitão América

Compartilhado diversas vezes na internet, o vídeo dizia que a empresa de Mark Zuckerberg teria conhecimento e acesso a aplicativos instalados nos dispositivos móveis, incluindo dados pessoais de contas bancárias como senhas, extratos, transações entre outros.

Em declaração para o portal TechTudo, o porta-voz da empresa afirmou que tratava-se de uma notícia falsa: “Não é verdade que o Facebook rastreie informações financeiras e bancárias das pessoas como sugerido no vídeo. Além disso, proibimos empresas ou organizações de compartilhar dados sensíveis com a plataforma, como informações financeiras ou de saúde”.

Para acessar "Atividades fora do Facebook" clique no canto superior direito> Configurações de Privacidade> Suas informações do Facebook> Ver ou desconectar sua atividade fora do Facebook. (Foto: Reprodução)
Para acessar “Atividades fora do Facebook” clique no canto superior direito> Configurações de Privacidade> Suas informações do Facebook> Ver ou desconectar sua atividade fora do Facebook. (Foto: Reprodução)

 

O Facebook esclareceu que  “Atividade fora do Facebook” se trata de um resumo de atividades que empresas e organizações compartilham com a rede social sobre as interações que os usuários fazem com elas, como visitas aos sites ou aos aplicativos.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.