1,5 milhão de brasileiros estão com a segunda dose da vacina atrasada segundo o Ministério da Saúde

Em um encontro com jornalistas, nesta terça-feira (13), o ministro da saúde Marcelo Queiroga afirmou que 1,5 milhão de brasileiros perderam o prazo da vacinação contra a Covid-19 e estão com a segunda dose atrasada. O número foi calculado pelo Ministério da Saúde.

+ Tweet de Eduardo Bolsonaro sobre o lockdown é marcado como publicação enganosa

As vacinas são a CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório Sinovac em parceria com o Butantan, e a AstraZeneca, parceria da farmacêutica com a Universidade de Oxford. Os imunizantes são os únicos aplicados no Brasil atualmente.

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), parceiro no esquema vacinal do país, reforçou a importância da segunda dose na proteção contra a doença e afirmou que ambas as vacinas disponíveis em solo brasileiro necessitam das duas doses para atingirem a eficácia esperada.

O ministro Marcelo Queiroga afirmou que irá emitir uma lista com os nomes dos cidadãos que estão em atraso com a vacina. A recomendação da Saúde é de que todos aqueles com a imunização incompleta procurem um posto de vacinação. As informações são do G1.