Vacinação de grupos prioritários deve ser concluída em setembro, diz ministro da Saúde

Durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (21), o ministro da Saúde Marcelo Queiroga divulgou nova meta para a conclusão da imunização dos grupos prioritários contra a Covid-19. De acordo com o ministro, a vacinação desses grupos deve ser concluída em setembro. Seu antecessor, Eduardo Pazuello, tinha como objetivo a conclusão do processo em maio.

+ Elon Musk nega que carro da Tesla envolvido em acidente estava em piloto automático

Questionado sobre o novo prazo, Queiroga atribuiu a alteração da data ao atraso na entrega das vacinas e criticou a imprensa, pedindo que “deixem de ver só problema”. “Estamos aqui para dar solução para a população. Vamos parar com essa coisa de ficar contando dose de vacinação”, disse.

“O processo tem ocorrido de forma cada vez mais célere e vamos, se continuar nesse ritmo, até setembro atingir a imunização da população prevista no PNI. O objetivo é que ocorra antes”, declarou o ministro. De acordo com o Plano Nacional de Imunização (PNI), 77,5 milhões de brasileiros fazem parte dos grupos prioritários; ou seja, cerca de 35% da população. Entre eles, apenas 9 milhões receberam as duas doses até a última terça-feira (20).