No Fantástico, médicos de Paulo Gustavo negam que ator tinha comorbidades

Segundo médicos do ator Paulo Gustavo, ao contrário do que diziam alguns rumores, o humorista não tinha nenhuma doença preexistente que justificasse a gravidade de seu quadro clínico de Covid-19. Fábio Miranda, chefe da terapia intensiva do hospital ”Copa Star”, em Copacabana, fez questão de garantir que o famoso era saudável em uma entrevista ao ”Fantástico”’, programa da Rede Globo, exibido neste domingo (09).

++ Com Paulo Gustavo, “Vai que Cola” estreia nas noites de sábado da Globo

Saudável

Aliás, foi lá que Paulo lutou contra a Covid-19 por 53 dias. Com autorização da família do famoso, a equipe médica concedeu uma entrevista ao programa e afirmou que o comediante tinha uma saúde muito boa: ”Não tinha nenhuma doença.“, afirmaram.

Ao contrário do que diziam alguns rumores, a asma de Paulo Gustavo não foi um agravante para o quadro de Covid-19. Pois, de acordo com a equipe médica, ele não tinha uma crise asmática há mais de 10 anos e estava muito bem controlada.

Complicações do quadro e a fé

Paulo Gustavo passou semanas de dificuldades e complicações que apareciam em sequência. Sempre após uma melhora, exames detectavam novos problemas de saúde. Aqui fora, familiares e fãs ficavam com o coração apertado, mas se mantinham fiéis sobre sua melhora. Falando nisso, muitos fizeram uma rede de oração para a recuperação do ator. Uma recuperação que, infelizmente, não veio.

++ Deborah Secco é detonada na web após internautas relacionarem encontro com Paulo Gustavo à Covid-19

As medidas corretivas eram tomadas, e ele passava a melhorar. Menos de 48 horas, surgia uma outra complicação.“, relembrou o médico chefe.

Embolia pulmonar

Além disso, o médico também contou que foi a embolia pulmonar, descoberta na véspera da morte do ator, que acabou debilitando de maneira irreversível seus órgãos vitais: “Cérebro e coração foram órgãos imediatamente atingidos por essa quantidade de ar. Não tem como corrigir isso.“, lamentou o doutor.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.