Jeff Bezos viajará com a família para o espaço mês que vem

Jeff Bezos, fundador da Amazon, anunciou nesta segunda-feira (7) que estará no primeiro voo de turismo no espaço do foguete New Sheperd, lançado por sua empresa Blue Origin. “Desde que tinha cinco anos, sonho em viajar para o espaço. Em 20 de julho, farei esta viagem com meu irmão”, afirmou Bezos em sua conta no Instagram.

A Blue Origin informou que Bezos e seu irmão Mark viajarão no primeiro voo tripulado da cápsula New Shepard. Nesta etapa, a empresa está leiloando o terceiro lugar no voo e a disputa atualmente supera 2,8 milhões de dólares, com mais de 6.300 pessoas de 143 países. A viagem vai durar 10 minutos, mas os passageiros passarão apenas quatro deles sobre a linha de Karman, que marca a fronteira entre a atmosfera terrestre e o espaço.

França reabre ao turismo, mas mantém restrições aos brasileiros

Após a decolagem, o foguete será separado do propulsor, e depois permanecerá a uma altura de mais de 100 quilômetros durante quatro minutos, período em que os passageiros poderão experimentar a falta de gravidade e observar a curvatura da Terra do espaço.

O propulsor vai pousar de maneira autônoma em uma base a duas milhas do local de lançamento, e o foguete descerá amortecido por três grandes paraquedas, até sua aterrissagem.

Príncipe Harry e Meghan Markle batizam a segunda filha em homenagem a mulheres da família real

A New Sheperd fez mais de uma dezena de voos não tripulados a partir de sua base no Texas. O foguete reutilizável foi batizado em homenagem a Alan Sheperd, o primeiro americano que viajou ao espaço, há 60 anos. O valor arrecadado pelo leilão será destinado ao Club for the Future, a fundação da Blue Origin que busca inspirar os jovens a seguir carreiras científicas. Após o primeiro leilão, a Blue Origin pretende vender ingressos.

Rivalidade entre bilionários A empresa não revelou os preços, mas se espera que a clientela seja formada principalmente por milionários. O foguete, sem piloto, tem seis assentos com encostos horizontais, localizados próximos a grandes dispositivos, em uma cabine futurística com iluminação elegante. A Virgin Galactic, empresa fundada pelo bilionário britânico Richard Branson, também está desenvolvendo uma nave capaz de enviar turistas ao espaço. Quase 600 pessoas reservaram voos, que custam entre 200.000 e 250.000 dólares.

A Space X, de Elon Musk, planeja voos orbitais que custariam milhões de dólares para levar os interessados ainda mais longe no espaço. Bezos anunciou no início do ano a saída do cargo de diretor executivo da Amazon para dedicar-se a outros projetos, como a Blue Origin. Ele mantém uma rivalidade aberta com Musk, que com sua empresa Space X já enviou astronautas à Estação Espacial Internacional. As empresas disputam contratos com o governo americano.