Seleção brasileira critica Copa América, mas nega boicote

9

Os jogadores da seleção brasileira de futebol divulgaram nesta terça-feira (8), através das redes sociais, um manifesto contra a realização da Copa América. Em nota, os atletas se declararam contra o evento, mas negaram a intenção de realizar um boicote aos jogos, que começam no próximo domingo (13).

+ Neymar nega ter “cortado” presidente da CBF em conversa

No comunicado, a equipe revelou insatisfação com a disputa, independente do país. “Por diversas razões, sejam elas humanitárias ou de cunho profissional, estamos insatisfeitos com a condução da Copa América pela Conmebol, fosse ela sediada totalmente no Chile ou mesmo no Brasil”, declarou o time.

Os jogadores continuam, afirmando que não tiveram a intenção de tornar a decisão política e que decidiram se manifestar para evitar a circulação de notícias falsas. Em seguida, concluem: “Somos contra a organização da Copa América, mas nunca diremos não à Seleção Brasileira”.

O comunicado foi liberado após a vitória do Brasil contra o Paraguai, parte das eliminatórias para a Copa do Mundo. Logo após a disputa, o zagueiro Marquinhos falou sobre o assunto e informou à imprensa que “em momento algum” os jogadores teriam desistido de vestir a camisa da seleção.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.