Vítima de Fake News, Fátima Bernardes desmente informação de deputado sobre o caso Lázaro

Fátima Bernardes foi vítima de uma fake news criada pelo deputado estadual do Rio de Janeiro, Anderson Moraes, nesta segunda-feira (28). O parlamentar, que apoia o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), postou uma imagem falsa da apresentadora no programa ”Encontro”.

++ Fátima Bernardes aproveita manhã de folga para tomar 1ª dose da vacina contra Covid-19

Violência policial! Houve excesso da polícia na execução de Lázaro?”, dizia o texto da imagem, como se fosse uma pauta do programa. ”Fátima, você poderia ter combinado com os policiais e levado o Lázaro para sua casa!”, legendou o deputado.

Fátima Bernardes desmente Fake News

A falsa notícia dizia que a apresentadora estava se questionando se a polícia teria passado dos limites na morte do criminoso Lázaro Barbosa. Ao saber da publicação, a jornalista imediatamente fez questão de responder o político. Na ocasião, ao recorrer o Twitter, a jornalista desmentiu as informações.

Fátima negou que o print publicado fosse real e ainda condenou o comportamento de Anderson Moraes: ”Que feio um deputado perder tempo com fake news.”, declarou.

++ Filha de Bonner com Fátima Bernardes desmente que faz parte da comunidade LGBTQIA+

O que realmente aconteceu?

Na edição do Encontro desta segunda, a apresentadora na verdade recebeu a cantora Pabllo Vittar e o ex-BBB21 Gil do Vigor. Afinal, foi o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ e a apresentadora abordou sobre o assunto.

Além de uma apresentação de Lulu Santos, a namorada do jurista Túlio Gadelha também homenageou Artur Xexéo, que morreu aos 69 anos no último domingo (27), vítima de um linfoma.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.