Justiça solta dono da fazenda, acusado de ajudar Lázaro Barbosa

A Justiça anulou a prisão preventiva do caseiro Elmi Caetano, 73 anos. Ele foi preso acusado de ajudar na fuga de Lázaro Barbosa, 32. Vale lembrar que o criminoso matou uma família moradora de Ceilândia, no Distrito Federal, e fez outras vítimas. Após uma caçada que durou 20 dias, ele acabou assassinado após troca de tiros com a polícia de Goiás.

++ Último desejo de Lázaro Barbosa é revelado em carta e surpreende a todos

Segundo decisão da Justiça, não há mais perigo

O advogado de Elmi, Ivan Barbosa disse que o fazendeiro deixou o presídio de Águas Lindas (GO), no Entorno do DF, na noite dessa sexta-feira (16): ”O juízo revogou a prisão e aplicou medidas cautelares.”, afirmou na manhã deste sábado (17), em entrevista ao jornal Metrópoles.

Na decisão, a juíza Luciana Oliveira de Almeida Maia da Silveira entendeu não haver perigo na soltura de Elmi: ”O réu está preso preventivamente desde 25/6/2021, por força de decisão proferida por este Juízo na audiência de custódia, porquanto, naquela oportunidade, vislumbrou-se a necessidade de garantir a ordem pública, em razão da gravidade concreta dos fatos em tese praticados. No entanto, no presente momento, tenho que não persiste o perigo gerado pelo estado de liberdade.”, disse.

Relembre

O caseiro Alain Reis de Santana revelou à polícia que Elmi ajudou o criminoso na fuga. O patrão teria permitido que o foragido passasse as noites na sede da chácara e o alimentava há dias. Elmi teria deixado as portas do local destrancadas, para que Lázaro pudesse entrar sem problemas.

++ Viúva de Lázaro Barbosa nega relação com fazendeiro Elmi Caetano

No último dia 7, o Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) recebeu a denúncia do Ministério Público de Goiás (MPGO) contra o chacareiro por supostamente ajudar Lázaro Barbosa. Com isso, Elmi Caetano tornou-se réu, com a acusação de ter cometido os crimes de favorecimento pessoal, posse irregular de arma de fogo de uso permitido, e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Lázaro foi capturado, mas morreu após confronto com a polícia, no dia 28 de junho.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.