Belutti sugere sorologia para testar vacinas e repórter da globo desmente cantor

Nessa quinta-feira (19), o cantor Belutti, que faz dupla com Marcos, foi rebatido após sugerir de forma equivocada que antes de tomar uma possível terceira dose, a pessoa faça um exame de sorologia para averiguar os anticorpos. Na ocasião, a jornalista Michelle Loreto, no “Encontro com Fátima Bernardes”, corrigiu o cantor.

++ Repórter de Fátima Bernardes é afastada por Covid-19

Esse de sorologia não serve tanto. Você pode fazer e pode dizer que não tem anticorpos. Precisa de um teste muito minucioso e não é feito assim em laboratório. Quem fizer sorologia e der negativo, não quer dizer que você está sem proteção não. Mesmo assim, tem que tomar segunda dose e usar máscaras.”, afirmou Michelle Loreto. A jornalista ocupa um espaço do programa de Fátima Bernardes para, justamente, falar sobre saúde.

Exame sorológico não serve para saber eficácia da vacina, saiba mais

Vale lembrar que o exame sorológico da Covid-19 não serve para saber se a vacina foi eficaz ou não. Os testes medem apenas os anticorpos e pouco abordam a complexidade da imunização, como o desenvolvimento de proteínas protetoras e as diversas moléculas. Órgãos nacionais e internacionais não recomendam tais testes após tomar a vacina.

Portanto, não há necessidade de uma pessoa vacinada realizar o teste só para ter certeza se está imune, já que seu objetivo não é esse e ele nem pode confirmar isso.

++ Alexandre Garcia diz que jovens não precisam se vacinar contra a Covid-19 e CNN desmente

Terceira dose

A terceira dose ainda é avaliada pelo ministério da Saúde. Mas, a princípio, em um primeiro momento, profissionais da saúde e idosos seriam o grupo prioritário da dose de reforço.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.