Síndico processa Claudia Leitte por causa dívidas não pagas

O síndico de um edifício comercial localizado no bairro Caminho das Árvores, em Salvador, na Bahia, moveu uma ação de execução contra a apresentadora e cantora Claudia Leitte. Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, ele pedia a quitação de R$ 33.695.56 referentes às taxas que não foram pagas pela cantora.

++ Confira 7 famosos brasileiros que possui dívidas altíssimas

Valores se acumularam

A jornalista teve acesso aos documentos que afirmam que a artista teria alugado quatro salas comerciais no edifício. Como a taxa mensal era em torno de R$ 500 e não foi quitado nenhum valor entre janeiro de 2020 e fevereiro de 2021, os valores se acumularam.

Pagando parcelado

No dia 23 de julho, foi celebrado um acordo na Justiça para a quitação dos valores. Ainda de acordo com as informações, Claudia estaria inclusive com problemas para conseguir quitar tudo.

++ 20 dicas para quitar as dívidas na quarentena

Por isso, os advogados da cantora anteciparam R$ 5 mil, e Claudia vai pagar o restante da dívida em 16 parcelas que vão de R$ 2,2 mil até R$ 3,936 a depender do mês. Enfim, a previsão é que a última parceria do acordo seja quitada em setembro de 2022. Vale destacar que atualmente, Claudia Leitte mora nos Estados Unidos ao lado da família.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.