Advogados de Nego do Borel desmentem declarações de Duda Reis, após vídeo

182

Após Duda Reis, 20 anos, gravar um vídeo nessa última sexta-feira (17), dizendo que Nego do Borel, 29, havia sido indiciado por violência doméstica contra ela, os advogados do cantor resolveram se manifestar. Vale lembrar que o funkeiro está confinado dentro de ”A Fazenda 13”.

++ ”A Fazenda 13”: Gui Araújo revela que Nego do Borel fez comentários maldosos sobre Duda Reis

Antes, assista ao vídeo de Duda:

Duda se manifestou em suas redes sociais, lá ela falou à respeito das falas da modelo e ex-participante do ”Big Brother” Itália, Dayane Mello, acerca das acusações contra Nego do Borel. Além de criticar as falas da participante, a atriz também afirmou que é um desserviço a RecorTV ter deixado Borel participar do programa, mesmo ele tendo sido indiciado por violência doméstica.

Equipe jurídica emite nota para a imprensa

A equipe jurídica do cantor Nego do Borel vem esclarecer, diante dos recentes fatos que estão sendo postados sobre o indiciamento do cantor, que ele foi indiciado por lesão corporal devido a perturbações psíquicas, segundo a autoridade policial, e não por agressão física, como à primeira vista parece.”, disse logo a princípio o comunicado oficial dos advogados, enviado à imprensa.

Em seguida, a equipe jurídica do famoso afirma que, embora diversas acusações contra o artista, ainda não foram encontradas provas que, de fato, o incriminem: ”O cantor foi acusado de diversos crimes por sua ex-companheira e após as investigações preliminares, a delegada não encontrou provas que justificassem o indiciamento do Leno por nenhum outro crime (devemos lembrar que Maria Eduarda acusou o Leno de est**o, de ameaças, de agressões físicas, de ter um fuzil em casa, de guardar alta quantia em dinheiro, de ter lhe passado HPV, dentre outras coisas, e tudo isso careceu de qualquer indício probatório)”, disseram ainda.

++ Relembre algumas polêmicas protagonizadas por Nego do Borel, integrante do elenco de “A Fazenda 13”

Por fim, a nota diz que ainda há chances do músico provar sua inocência: “Com relação ao indiciamento pela lesão corporal cumpre dizer que o fato é extremamente subjetivo, já que considerou perturbações psicológicas, e é só questão de tempo para o Leno também provar sua inocência, pois carece de comprovação fática a qual não se sustentará no processo penal, onde estarão presentes os princípios da ampla defesa e do contraditório.“.
Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.