Pai de Meghan Markle afirma que Príncipe Harry é culpado por afastamento: ‘Não era assim’

Thomas Markle, pai de Meghan Markle, falou sobre sua relação com a filha em entrevista ao programa britânico ‘Good Morning Britain’ nesta terça-feira (18). Thomas afirmou que o Príncipe Harry é o principal “culpado” por Meghan ter se distanciado da família.

++ ‘A Fazenda 13’: Erasmo Viana revela verdadeiro motivo do fim de casamento com Gabriela Pugliesi

“Eu não sei o que a mudou, ela nunca foi assim antes e depois que ela ficou com Harry, mudou. Ela praticamente renegou os dois lados de sua família e não entendo o motivo disso”, iniciou Thomas.

++ Irmão de Cauã Reymond engorda 5kg para estrear na TV como dublê do ator

“Acho que Harry abandonou a rainha e a família real, o povo britânico e o exército, ele abandonou todos eles. Tudo o que ele faz agora é andar de bicicleta pelo bairro em que mora. Não sei se é uma grande vida para ele também, não faz sentido. Harry está agora lançando um livro e insultar sua avó, a Rainha, só pode ser crueldade. É uma ideia ridícula e é apenas algo por dinheiro. Tudo o que eles estão fazendo é por dinheiro. Mas fazer isso para sua avó que tem 95 anos é uma vergonha”, disparou, acrescentando que a filha é “infantil e boba”.

O pai de Meghan ainda falou sobre a possibilidade de tomar medidas legais para poder conhecer os netos, Archie, nascido em 2019 e Lilibet, nascida em junho. “Estou muito preocupado com isso, adoraria ver meus netos. Pessoas na Califórnia sugeriram que eu processasse, mas acho que se o fizesse seria um hipócrita, estaria fazendo a mesma coisa que Harry e Meghan estão fazendo”, contou. Thomas então esclareceu: “Não quero incluir meus netos nesta situação. Vários advogados me disseram que os avós entraram com processos para ver os netos e tiveram sucesso, mas não vou fazer isso, não quero que sejam peões de tabuleiro”.

Meghan e o pai não se falam

Thomas é diretor de iluminação aposentado de Hollywood e tem 77 anos. Ele alega não ter contato com sua filha desde que ela se casou com o príncipe Harry, em maio de 2018. O apresentador do ‘Good Morning Britain’, Richard Madeley, perguntou para Thomas o porquê de ele continuar falando publicamente sobre a relação com Meghan já que não são próximos. “Eu deixei bem claro que até ouvir dela, até que ela fale comigo, vou continuar a fazer isso, e eventualmente, mais cedo ou mais tarde, ela deve começar a falar comigo”, esclareceu.

Thomas prosseguiu em seu desabafo: “Isso é muito infantil, muito bobo. Já é hora de conversarmos, somos uma família. As crianças vão crescer sem saber que têm duas famílias. Isso é mais do que apenas eu e meu filha agora. Este sou eu, minha filha, o marido dela e dois bebês envolvidos, então é hora de fazer algo, é hora de conversar”.

O apresentador ainda questionou se Thomas fala com sua ex-esposa, Doria Ragland, mãe de Meghan. “Eu tentei algumas vezes. Eu nem sei onde a mãe dela está neste momento. Não acho que ela esteja em Los Angeles ou com Meghan e Harry, não sei onde ela está, mas tentei entrar em contato com ela”, respondeu.

Afastamento aconteceu às vésperas do casamento de Meghan e Harry

Em entrevista à Oprah em março deste ano, Meghan explicou o motivo pelo qual se decepcionou com o pai e, consequentemente, se afastou. Em maio de 2018, poucos dias antes do casamento real, o Daily Mail revelou que Thomas havia armado com paparazzi para tirarem fotos dele experimentando ternos que seriam para a cerimônia de matrimônio do casal.

Questionado pelo genro e pela filha, Thomas negou as acusações, mas, meses depois, confirmou que mentiu para os dois. A exposição proposital aos tabloides e a mentira de Thomas estremeceram a relação dele com a filha que, desde então, não viu mais o pai.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.