Dra Deolane Bezerra rebate ‘Mendigo de Planaltina’ e se coloca à disposição para colaborar no caso

A Dra Deolane Bezerra, de fato, não economiza farpas. Nesta semana, a viúva de MC Kevin gravou em seus stories no Instagram, uma série de vídeos criticando a popularidade de Givaldo Alves, o ‘Mendigo de Planaltina’, que ganhou notoriedade nacional depois de ter relações com uma mulher em surto psicótico. O caso ganhou as manchetes de todo o Brasil e muitos passaram a admirar o ‘Mendigo’, que tem uma boa oratória e discurso, além de citar Shakespeare e outros escritores notáveis em sua fala.

++Influencer beija ‘mendigo de Planaltina’ em festa no Rio e dispara: “Fofinho”

Sem papas na língua, a influenciadora questionou o comportamento de Givaldo e mostrou-se indignada com as mulheres que estavam ‘tietando’ o homem. Uma influenciadora, inclusive, chegou a beijá-lo na boca e chamá-lo de ‘fofinho’, durante um evento no Rio de Janeiro. “O cara ajudou a afundar uma mulher e as outras mulheres ainda em cima dando beijo, fazendo tatuagem”, criticou Deolane.

++Deolane Bezerra diz sofrer discriminação de vizinhos: “Nos chamam de pobre”

Givaldo Alves, por sua vez, já conta com um perfil no Instagram. Somando mais de 300 mil seguidores, o ex mendigo viu sua vida mudar completamente depois da polêmica em que se envolveu. Antes, Givaldo morava nas ruas de Planaltina, em Brasília, mas, atualmente, aparece em eventos em algumas cidades, ostenta carros de luxo e, até mesmo, postou em seu Instagram, um vídeo em que dispensa notas de R$5O e 100 reais para doar a um morador de rua.

Com a repercussão dos vídeos de Deolane, Givaldo rebateu a Dra em um outro vídeo postado em suas redes nesta última quarta, 06, e ainda, provocou a advogada: “Talvez tenhamos algo em comum”. O paralelo se dá pela trágica morte de MC Kevin, há menos de um ano, onde o jovem cantor se jogou do 5° andar de um hotel no Rio de Janeiro. MC Kevin estava com uma prostitua no quarto.

Veja o vídeo de Givaldo Alves: 

Prontamente, Deolane Bezerra foi às suas redes responder as provocações do ex mendigo. Em sua analogia, citou o Código Penal, matéria em que domina, uma vez que, Deolane Bezerra é advogada criminalista. Ela também mostrou uma parte do laudo médico que atesta que a jovem, que se envolveu com o mendigo, não estava ciente de suas ações, configurando assim, um possível ‘estupro de vulnerável’.

A advogada se colocou à disposição da mulher – que ainda está internada em um hospital psiquiátrico – e de seu marido, que foi exposto nas redes sociais, e da família da moça. Deolane, ainda, mostrou-se disposta a colaborar juridicamente com o caso, sendo uma possível assistente de acusação.

Veja um trecho do vídeo-resposta de Deolane Bezerra: 

Givaldo Alves abriu uma sucessão de stories em seu perfil, logo após a resposta de Deolane, atestando que não sabia das condições psicológicas da mulher com quem teve relações. Também afirmou que irá gravar um novo vídeo para se explicar sobre todas as polêmicas do pós ocorrido, em que diz ser injustiçado.

O ex morador de rua abriu uma sucessão de stories em seu perfil, logo após a resposta de Deolane, atestando que não sabia das condições psicológicas da mulher com quem teve relações. Também afirmou que irá gravar um novo vídeo para se explicar sobre todas as polêmicas do pós ocorrido, em que diz ser injustiçado.

Relembre o caso

Há semanas, o Brasil acompanha o caso do ‘Mendigo de Planaltina’, que teve relações se*** com uma mulher. Na situação, a moça teria convidado Givaldo Alves para o seu carro e pedido para namorar com ele.

Ao sentir falta da esposa, Eduardo Alves foi atrás da mulher e flagrou o morador de rua dentro do carro. Inconformado, o personal trainer agrediu violentamente Givaldo, fraturando as costelas do homem, além de lesionar seus olhos e ferir gravemente o seu rosto.

Em entrevista à Band, Givaldo relatou detalhadamente como ocorreu a relação se**, expondo completamente a intimidade da moça. O trecho polêmico vazou da emissora e viralizou nas redes sociais. Até hoje, a Band não divulgou a entrevista e disse estar em processo de apuração para descobrir quem foi o culpado por vazar o trecho. O vídeo em questão foi considerado por muitos, uma falta de respeito às mulheres e a família da mulher envolvida.

Em nota enviada à UOL, a emissora repudiou a fala de Givaldo: “Trata-se de um trecho de uma gravação que vazou do sistema interno da emissora de maneira ilegal e mal-intencionada. Foi aberto um processo de investigação a fim de descobrir o responsável, que será devidamente punido. A Band repudia o compartilhamento do vídeo”.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.