Como Usar o Marketing de Influência para Pequenas Empresas

Atualmente, os influenciadores são grande parte do mundo do marketing. Algumas empresas fazem colaborações com eles para promover seu nome e vender produtos rapidamente. Além disso, o marketing de influência utiliza figuras de redes sociais confiáveis para o marketing direcionado.

O marketing convencional ainda é o mais popular. Contudo, muitas empresas percebem que segmentar grupos menores através do marketing de influência é melhor. Por que?

Utilizar o marketing de influência é uma maneira crucial de fazer o seu negócio crescer. Você pode criar um perfil mais detalhado do seu público investindo menos. Apesar de utilizar menos recursos, o resultado é mais clientes.

O que é marketing de influência?

O marketing de influência é uma forma de publicidade em que uma empresa patrocina clientes que possuem influência para promoverem seus serviços e produtos. Empresas, como o https://br.depositphotos.com/free-files-all.html, buscam os influenciadores mais populares (macro). Porém, muito pode ser dito sobre os micro-canais de tendência, desde que os usuários direcionados sejam relevantes demograficamente para o seu negócio.E existem várias maneiras de implementar isso.

Alguns métodos são experimentados e testados, então por que não aproveitar isso? Eles podem ser simples.

Como proprietário de uma nova pequena empresa, é algo a ser levado em consideração. Contratar um ator pode gerar mais gastos, mas existem vários outros métodos. Algumas empresas são bastante criativas quando se trata disso.

7 passos do marketing de influência para o seu pequeno negócio

Os índices demográficos informam onde encontrar seu público-alvo. Por exemplo, pesquisar seus clientes e quem eles seguem auxilia você a identificar o melhor influenciador para seus produtos.

Se a sua especialidade é treino, seria errado colocar como alvo os líderes na indústria de beleza. As colaborações tendem a serem mais bem sucedidas quando duas equipes têm coisas em comum. Eles irão aceitar o patrocínio se o anúncio se encaixar no seu nicho. O público terá um interesse maior também.

Outro ponto de destaque do plano acima deve ser direcionado a vários micro-canais. Será complicado replicar as vendas focando nos grandes nomes, pois eles estão em outro nível da sua carreira, e podem aceitar ou rejeitar ofertas. Os canais menores podem ser uma boa opção, porque estão dispostos a aceitar seu dinheiro e anunciar seus serviços. Além disso, o patrocínio cruzado em algumas micro-plataformas acentuará o comercialismo que sua empresa recebe através do acordo. Os espectadores e fãs irão reconhecer seu nome. Sendo assim, o marketing de influência para pequenas empresas é uma publicidade valiosa bastante conhecida.

Pensando nisso, vamos dar uma olhada em um programa clássico de 7 passos.

  • Pesquise. Assim como acontece em todos os empreendimentos, é preciso encontrar os clientes certos, criar personas e usar isso para afunilar sua pesquisa.
  • Conquiste os clientes. Apresente sua empresa e venda o seu produto para eles. Faça a sua proposta e mostre o motivo pelo qual eles deveriam comprar o seu produto. Você pode até fazer um teste utilizando uma ferramenta gratuita que automatiza esse processo, como o Carro.
  • Acompanhe os resultados. É sempre bom monitorar as demografias. Você pode utilizá-las para criar mercados-alvo ainda mais estreitos e otimizar seus resultados. As estratégias de negócios são fluidas e podem ser alteradas.
  • Encontre seus próprios influenciadores. Se você está com dificuldade para encontrar influenciadores, talvez esta seja uma boa opção. Pode haver alguém em sua equipe que seja um usuário pesado nas redes sociais. Colabore com ele para vender seu produto.
  • Busque outras plataformas. Não subestime o poder das plataformas medianas, como os blogs. Há pessoas que ainda lêem. Tente segmentar um blog e peça a eles para escrever sobre o seu produto por uma taxa de seu interesse. Isso vincula o seu produto aos mecanismos de busca, otimizando suas vendas. A otimização melhora ainda mais ao colaborar com mais de um blog.
  • Torne isso divertido. Faça experimentos. Por exemplo, faça competições e ofereça aos seus clientes produtos gratuitos como recompensa. Se o público estiver se divertindo, isso fará com que o reconhecimento do seu produto aumente, pois a diversão gera interesse. Porém, fique atento se você tiver que seguir com a proposta única de valor da sua marca. Mas, mantenha as opções em aberto.
  • Faça um balanço do mercado. As coisas estão sempre mudando. Três anos atrás, ninguém sabia o que era Tiktok. Simplesmente não existia. Fique ligado na evolução das oportunidades e segure-as quando aparecerem.

Dê um passo adiante

O marketing de influência é tão importante quanto a estratégia de negócios para pequenas empresas. Isso quer dizer que os links para as suas páginas da web, assim como as páginas de produtos e páginas de destino, precisam conter seu logotipo, uma interface intuitiva e suas redes sociais. É inútil fazer uma campanha de marketing de influência que seja cara, sendo que sua estratégia principal ainda não foi definida. Faça seu site se destacar, junto com sua USP (Unique Selling Proposition, conhecida como Proposta Única de Valor).

Em resumo, tente fazer com que seu produto seja a primeira coisa que os leitores vejam quando clicarem em anúncios do YouTube. Esta é uma ótima ferramenta de busca para potenciais clientes. É mais provável que você consiga manter o fluxo de visitantes se eles conhecerem a imagem da sua empresa primeiro.

Conclusão

O marketing de influência chegou para ficar. Contratar pessoas nas redes sociais pode proporcionar um alto retorno do investimento e economizar seu dinheiro. Além do mais, os influenciadores sabem comunicar-se com os usuários melhor do que qualquer empresa.

Quando o assunto é sobre publicidade através do marketing de influência, menos é mais. Menos clientes e menos investimentos levam a vendas mais altas. Sendo assim, não se preocupe, seu mercado pode ser pequeno, mas cada cliente vale muito!