Museu nega que Kim Kardashian tenha danificado vestido de Marilyn Monroe

Segundo uma matéria publicada no “TMZ” nessa última quinta-feira (16/06), o museu “Ripley’s Believe It or Not!”, dono do vestido de Marilyn Monroe (1926 – 1962), negou que Kim Kardashian, 41 anos, tenha danificado a peça ao usá-la no “MET Gala 2022”, como muitos acreditam.

++ Kim Kardashian nega ter danificado vestido de Marilyn Monroe

Museu desmente que Kim Kardashian tenha danificado vestido Marilyn Monroe

De acordo com o portal gringo, um representante declarou: “Um relatório escrito sobre a condição do vestido no início de 2017 afirma que ‘várias costuras estão puxadas e desgastadas. Isso não é surpreendente, dada a delicadeza do material. Há franzidos nas costas pelos ganchos’, entre outros casos de danos.“, disse. A fonte também afirmou que o vestido já foi exibido em diversos lugares no mundo, o que também pode ter danificado a peça.

O vestido foi comprado pelo museu em 2016 por cerca de 5 milhões de dólares (aproximadamente 25,5 milhões de reais). O assunto viralizou no início dessa semana (13/06), após o perfil “The Marilyn Monroe Collection” compartilhar fotos da vestimenta “antes” e “depois”, como uma forma de ‘denunciar’ o suposto estrago feito pela socialite.

++ Kim Kardashian diz que usaria fralda para se manter arrumada

No entanto, Amanda Joiner, vice-presidente da área de publicidade do museu garantiu: “O vestido estava nas mesmas condições nos pés da escadaria do ‘MET’, onde Kim se vestiu, até o topo, quando ela o devolveu.“, afirmou.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram para mais notícias do PaiPee.