“Queria que ela fosse um homem”, diz Maitê Proença sobre a namorada Adriana Calcanhoto

A veterana Maitê Proença sempre se mostrou autêntica e verdadeira em suas declarações. Nesta segunda-feira, 27, em entrevista à revista de Joyce Pascowitch, a atriz fez algumas declarações sobre o seu relacionamento amoroso com a cantora Adriana Calcanhoto.

++Maitê Proença passa Dia dos Namorados com Adriana Calcanhotto na Itália

“Eu queria que ela (Adriana) fosse homem. Para essa atividade sempre gostei mais de homem. Mas ela é mulher, gosto dela e aceito isso. Sei que as feministas e os LGBTs não vão gostar do que acabei de dizer, mas, honestamente, é assim, entendeu? Posso experimentar algo diferente para estar com ela”, contou Maitê.

++Maitê Proença fala sobre relacionamento com Adriana Calcanhotto: “adorável e única”

Ainda, durante entrevista, Maitê mencionou seu apoio para Regina Duarte, ex-secretária de cultura de Jair Bolsonaro. À época, com a decisão de se unir ao governo, Regina sofreu uma grande retaliação da classe artística, mas Maitê se diz solidária à sua decisão, mesmo sem concordar.

“Fui muito criticada por defender a Regina. Continuo sem entendê-la porque esse governo se mostrou tão equivocado, tão contrário à nossa classe… Mas não vou patrulhar uma colega que convivi por 30 anos e sei que não é uma pessoa perversa. Achei horrível fazerem isso, sabe? O pensamento da Regina sempre foi diferente do meu mas ela está intitulada a pensar o que bem entender”, explicou.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.