Fez história: Coldplay leva mensagem motivacional, canta em português e faz show emocionante no Rock In Rio

291

 

Não há quem não se emocionou e sentiu a energia vibrante da Cidade do Rock na noite deste último sábado, 10. Uma multidão em meio à chuva, cantava e pulava sob as luzes e feitos especiais do grande show da noite: Coldplay. Popular por todo o mundo, a banda mandou distribuir 100 mil pulseirinhas com inteligência artificial ao público e realizou alterações no palco com luzes e feitos especiais, que enriqueceu a experiência de quem curtia o show e de quem acompanhava de casa.

++Vocalista do Coldplay, não descarta possibilidade de gravar com BTS: ”Nunca negaria”

Seja pelas canções de sucesso ou pela experiência oferecida em suas performances, a banda interage com o público de forma brilhante, quebrando as barreiras de artista e público, tornando-os únicos em um verdadeiro espetáculo. No Rock In Rio, o conceito foi além com a viagem visual cósmico inspirado no último disco do grupo “Music of the Spheres”, de 2021.

++Coldplay anuncia 5° show extra em São Paulo e quebra recordes

Os lasers e pirotecnia instigavam a plateria, que cantava, pulava e chorava a cada canção. Chris Martin, vocalista da banda, não economizou em alegrar o público, levando as mensagens de autoajuda do repertório. Até mesmo o hino ”Viva la Vida”, ganhou 9 minutos de duração com direito a coro único da plateia com iluminação digna de filme.
Em “Sky full of stars”, então, não foi diferente. Martin pediu para o público se desconectar de seus celulares, guardarem as câmeras e sentirem com o coração cada minuto daquela experiência. A canção ganhou as vozes de 100 mil pessoas contagiadas em quase dez minutos de pura energia.

Mergulhado de cabeça na cultura brasileira, Chris Martin, inclusive, falou algumas palavras e frases em português como: ”Fala, galera”, ”De novo” e ”Muito obrigado”. Em ”Magic”, a canção foi substituída pela versão em português, que pegou o público de surpresa.

Depois, com chapéus ao estilo “gringos no Rio”, Martin deu a deixa para os fãs cantarem parabéns para o guitarrista Jonny Buckland que fez aniversário de 45 anos neste domingo (11) — o show começou depois da meia noite.

Quase no fim da apresentação, o grupo vestiu os chapéus convencionais e Martin pediu ajuda dos fãs para cantar parabéns para o guitarrista Jonny Buckland que fez aniversário de 45 anos neste domingo, 11, – o show começou depois da meia noite.
Mais feliz e empolgado do que nunca, Chris Martin desceu até a plateria e cantou ”Fix You” abraçado ao um fã, que chorava. Além disso, o cantor abraçou a bandeira LGBTQIA+, a bandeira nacional e pediu paz e amor.
A chuva pareceu consagrar o momento histórico do Rock In Rio 2022. Martin agradeceu e fez suas palavras ecoarem como alento aos telespectadores.

“Obrigado por estarem aqui na chuva conosco, sendo tão lindos e cantando tão lindamente. Obrigado por superarem o trânsito, a Covid, a chuva, o preço dos ingressos, as filas e todas as merdas que tiveram que superar para virem. Estamos tão gratos e felizes. Estou limpo agora sendo lavado e me sinto bem”, disse.

“Está sendo muito divertido. E vocês já são o público mais divertido que já vi na minha vida. A gente poderia estar na cama vendo ‘Game of thrones’, e estamos tendo uma noite ótima”, continuou.

A experiência de Coldplay com mais noites ótimas virão. O grupo se apresentará em São Paulo e Rio de Janeiro com oito shows no total na agenda, todos esgotados.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram para mais notícias do PaiPee.