Após onda de críticas, Vitão desabafa sobre seu estilo: “Moda pra mim é arte”

490

 

Bastou o cantor Vitão mudar totalmente seu estilo, que as ondas de críticas começaram a perturbar o famoso. Na última semana, o cantor publicou um vídeo em que estava dançando a música que fez com Pabllo Vittar. Nele, Vitão aparece maquiado, com uma camiseta de ombro único, calça larga, luvas e alguns acessórios dançando e cantando a canção.

++Bianca Andrade diz que quer que seu filho, Cris, use maquiagens: “João Guilherme e Vitão são referências”

Nos comentários do vídeo no Tik Tok, internautas criticaram duramente a nova vibe do cantor, reprovando sua aparência. Para alguns, o cantor ”quer aparecer”.

++Vitão revela que pensou em suicídio com cancelamento virtual: “Desacreditar 100%”

Incomodado, Vitão usou seu perfil no Twitter para rebater os comentários maldosos e pediu para que as pessoas que não concordam com seu novo estilo parem de segui-lo. Na ocasião, ele também explicou que a moda para ele é uma expressão de arte.

”Moda pra mim é arte. É poder brincar com nossa imagem nos transformando a cada dia em uma pitada de tudo aquilo que é referência pra nos, que nos apaixona. Se minha vestimenta, meu cabelo, meu rosto ou minha voz causa raiva em você, isso é algo que VOCÊ tem que mudar, não eu”, desabafou. 

“Minha vó me disse uma vez algo sábio, disse que a forma como nos apresentamos esteticamente para o mundo deveria ser apenas uma grande brincadeira. Como se nos fantasiássemos todos os dias de um novo personagem adequado ao modo como estamos nos sentindo no dia. E é VERDADE”, acrescentou. 

Vitão também reiterou que acha desnecessário criticar o estilo alheio e que não irá mudar por conta da reprovação social. “Fico com muita raiva quando não posso entrar em algum lugar por causa das roupas que estou vestindo. Por que a roupa é tão determinante nas nossas vidas? Decide tanta coisa por nós, determina aonde podemos entrar ou não e ao lado de quem podemos andar ou não. Ridículo”, disparou.

”Gosto de brincar com minhas roupas, cabelo, pinturas etc, assim como gosto de brincar com minha música. Eu não me prendo a gêneros e estilos musicais, sou um criador de música sem barreiras, cada vez mais. Quanto ao conservadorismo de vocês, espero que isso melhore”, finalizou.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram para mais notícias do PaiPee.