Datena nega ter espalhado fake news e desafia colunista: “Quero saber”

Na quinta-feira (22/09), Datena, 65 anos, aproveitou o espaço durante o programa “Melhor da Tarde”, comandado por Catia Fonseca, para se manifestar após uma polêmica recente. Na ocasião, o jornalista da Band divulgou um ‘save’ [documento para todos os integrantes da facção no sistema prisional e nas ruas] atribuindo a autoria ao PCC (Primeiro Comando da Capital), alegando que o grupo fazia ameaças a delegados, promotores, juízes e ao governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, ao decorrer das eleições.

++ Datena nega ser milionário e relembra dívida com a “Record TV”

Jornal desmente Datena

No entanto, nesta sexta-feira (23/09), o jornal “Folha de São Paulo” publicou um novo bilhete, também atribuindo a autoria ao PCC, contrariando as informações dadas no documento divulgado por Datena. O apresentador, por sua vez, não aceitou a acusação de espalhar fake news, e resolveu abrir o jogo ao vivo na Band.

Apresentador do “Brasil Urgente” se irrita após ser acusado de espalhar fake news

Em uma conversa com Catia Fonseca, ele explicou: “Hoje numa reportagem feita pela Folha de São Paulo, um jornal que eu sempre defendi, numa coluna assinada pela Cristina Padiglione, que eu sempre respeitei, saiu um novo ‘salve’ do PCC dizendo que tudo o que eu disse ontem que era mentira.“, disse logo a princípio.

Na sequência, o jornalista ainda reforça que sua notícia é sim verídica, e que suas fontes são oficiais: “(…) eu fui autorizado pelas fontes que me passaram, que são fontes oficiais e eu vou dar aqui quais são as fontes, tem inquérito policial sobre esse ‘salve’, o bilhete existe, o bandido que tá preso nessa cela em que foi encontrado o bilhete está sendo ouvido ou vai ser ouvido pelo DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais). Então não é fake news.“, reforçou na sequência.

++ “Jornal Nacional” desmente e detona Jair Bolsonaro: “Afronta à democracia”

O apresentador relata até ter sido procurado pela polícia do estado: “A alta cúpula da policia de São Paulo me procurou para divulgar esse assunto. E a administração penitenciária também. (…), destacou.

Datena desafia colunista da Folha de S.Paulo

Posteriormente, bastante chateado com a situação, Datena ainda desafiou que a jornalista da coluna em que foi citado, Cristina Padiglione, revele suas fontes, da mesma forma que ele: “Eu queria saber, se for verdade esse ‘salve’ do PCC de hoje, que a Cristina Padiglione, que a Folha de S. Paulo faça o mesmo que eu to dizendo aqui. De onde ela conseguiu esse ‘salve’ do PCC, do Marcola, de quem? Porque eu vou dizer de quem eu consegui o salve de ontem que é fonte oficial.“, disparou.

Por fim, o jornalista ainda aponta que o jornal nem mesmo o procurou antes de publicar a matéria o acusando de divulgar notícias falsas: “Nem me consultou para publicar a notícia, que isso é um dever básico do jornalismo – ouvir o outro lado.“, detonou. “Ligou pra Band, que não se pronunciou. Mas não foi a Band a citada, fui eu o citado. Eu devia ter sido procurado. Agora vamos esclarecer isso daqui a pouquinho. […] Porque eu não publico fake news. Acabou“, finalizou.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.