Vendedor diz foi humilhado por Caio Castro e pede indenização

12

De acordo com a colunista Fábia Oliveira, do “Em Off”, Caio Castro se tornou réu em uma ação de indenização por danos morais no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

++Caio Castro fala pela primeira vez após acidente na fórmula 1: “Decepcionado”

Um vendedor de uma loja do Morumbi Shopping, em São Paulo, alega que desrespeitado e humilhado pelo ator.

++Personagens de Sophie Charlotte e Caio Castro, que já formaram um casal real, vão se envolver em ‘Todas as Flores’

De acordo com o que consta na peça inicial do processo, um rapaz foi admitido como atendente em uma loja no dia 6 de julho e, no dia seguinte, foi escalado para trabalhar em um evento de inauguração, com participação de Caio Castro.

De acordo com o autor da ação, Caio Castro passou a dar ordens a todos os empregados da loja e o humilhou na frente das demais pessoas. Isso porque, durante sessão de fotos, o atendente teria coberto o nome da marca e ouvido de Caio Castro em alto tom de voz: “Po** moleque, car*, saia da frente da marca. Se toca, po**. Não percebeu que está cobrindo a marca. Não presta para nada, po**”.

Caio Castro foi procurado por meio de sua assessoria de imprensa, mas ainda não se manifestou sobre o caso.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram para mais notícias do PaiPee.