Alexandre de Moraes dá 24 horas para o PL entregar relatório sobre as urnas no primeiro turno

Na última terça-feira (22) o presidente do Supremo Tribunal Eleitoral, Alexandre de Moraes, deu 24 horas para o Partido Liberal (PL), legenda do presidente Jair Bolsonaro, entregar relatório sobre as urnas no primeiro turno. A decisão do jurista veio após o PL apresentar um documento onde declara que as eleições do segundo turno tiveram certas desconformidades.

++Coincidências sobre morte de Guilherme de Pádua chocam a web

De acordo com esse relatório, as urnas usadas nas eleições apresentaram problemas que podem ter afetado o resultado final: “constatado evidências contundentes de mau funcionamento de urnas eletrônicas, através de eventos registrados nos arquivos Logs de Urna, demonstradas em laudo técnico de auditoria realizada pela entidade Instituto Voto Legal (IVL)”, diz uma parte do documento.

O PL ainda pede que “sejam invalidados os votos decorrentes” de urnas fabricadas em 2009, 2010, 2011, 2013 e 2015. O documento também ressalta que existem “desconformidades irreparáveis de mau funcionamento”.

Após a entrega desse relatório, Alexandre de Moraes deu 24 horas para que a legenda do presidente Jair Bolsonaro também entregue os dados dessa auditoria sobre as urnas usadas no primeiro turno das eleições:

++Quais as chances de Bolsonaro voltar ao Poder após o pronunciamento?

“As urnas eletrônicas apontadas na petição inicial foram utilizadas tanto no primeiro turno, quanto no segundo turno das eleições de 2022. Assim, sob pena de indeferimento da inicial, deve a autora aditar a petição inicial para que o pedido abranja ambos os turnos das eleições, no prazo de 24 horas”, declarou o presidente do TSE.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.