Moraes determina prisão do ex-comandante da PM e do ex-ministro do governo Bolsonaro

49

Os atos de protestos do último dia 8 que ocorreram em Brasília, provocaram uma crise nacional e entre os Poderes. Nesta terça-feira (10) o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, instaurou uma ordem de prisão contra o ex-ministro de Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro, Anderson Torres e contra o ex-comandante da Polícia Militar do Distrito Federal coronel Fábio Augusto Vieira.

+ Governador afastado, Bolsonaro hospitalizado e Prisões : Os desdobramentos dos protestos em Brasília

Coronel Fábio Augusto Vieira era o responsável pela tropa que atuou durante os atos antidemocráticos neste domingo (8) contra o Congresso, o Palácio do Planalto e a Suprema Corte.

++ Hospital nega que Jair Bolsonaro esteja internado; saiba mais!

Vieira não está mais no comando da corporação. Ele foi exonerado ontem (9) pelo interventor nomeado para a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal após o presidente Luiz Inácio Lula da Silva decreta intervenção federal na segurança pública do DF e o afastamento do governador Ibaneis Rocha pelo prazo de 90 dias, determinado pelo ministro.

Agentes da Polícia Federal (PF) foram até o condomínio Ville de Montagne, localizado no bairro Jardim Botânico, em Brasília, para cumprir a ordem de restrição de liberdade. No entanto, o ex- secretário de Segurança Pública do Distrito Federal não encontra-se em solo brasileiro e, atualmente, está nos Estados Unidos.

Sua exoneração do cargo ocorreu por determinação do governador afastado do Distrito FederalIbaneis Rocha, após os atos de violência ocorridos na Praça dos Três Poderes.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram para mais notícias do PaiPee.