José de Abreu fala sobre ter sido preso: “Torturadores”

329

Nesta última sexta-feira (31/03), o golpe militar de 1964 completou 59 anos, por isso, José de Abreu, 76, recorreu as redes sociais para relembrar sua prisão, que aconteceu na época. Na ocasião, o ator publicou uma foto sua preso e também uma imagem da mãe, Gilda Abreu, pedindo sua liberdade em protesto nas ruas.

++ Zé de Abreu comenta sobre briga com Regina Duarte

José de Abreu relembra quando foi preso na ditadura militar

Em registros publicados no feed de seu Instagram oficial, Zé escreveu na legenda: “Eu preso por participar do congresso da UNE [União Nacional dos Estudantes]. Minha mãe protestando em frente ao DOPS [Departamento de Ordem Política e Social].”. Ele também acrescentou as hashtags “ódio e nojo”, “ditadura nunca mais” e “pelo fim da anistia a torturadores”. (Veja print na galeria de fotos acima!).

José ficou preso em 1968, ano do Ato Institucional nº 5, o período mais repressivo da ditadura, e ficou na cadeia por três meses.

++ 10 produções para entender o que foi a ditadura no Brasil

Internautas reagem

Nos comentários da publicação, muita gente elogiou o artista veterano: “Sempre na luta por um Brasil melhor e mais justo pra todos.“, aplaudiu uma logo a princípio; “Ainda tem gente que quer a volta da ditadura.“, lamentou outro seguidor; “Você fez a coisa certa, parabéns.“, apoiou mais um.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram para mais notícias do PaiPee.