Regina Casé relembra polêmica sobre odiar pobres: “Preconceito”

799

Na quinta-feira, 4, foi ao ar a entrevista concedida por Regina Casé para Mano Brown, em seu podcast Mano a Mano. A atriz e apresentadora falou sobre os rótulos que recebeu durante a carreira, principalmente quando comandava o programa Esquenta, na Rede Globo.

++João Guilherme desabafa sobre saúde mental: “Vou ter que passar num psiquiatra”

“As pessoas falam: ‘A Regina não gosta de pobre, não gosta de preto, ela mora na Zona Sul… O estigma do programa era: ‘Regina só anda com bandido’”, disparou.

++Em viagem pelo Japão, Franciny Ehlke desabafa sobre diferenças de cosméticos: “Estou perdida”

Na sequência, Regina revelou que já teve embates nas ruas em razão do preconceito aos convidados do seu então programa dominical: “Diziam: ‘O Esquenta é um programa de maconheiro, macumbeiro, vi*** e bandido’, porque funkeiro e bandido são sinônimos. Só que o cara que aparecia lá, ninguém sabia o nome. Eles sabem o meu. Então todo o preconceito contra cada uma dessas pessoas fazia um funil, um ralo e vinha pra mim. A vida da gente era ruim pra caramba. De embate na rua”, finalizou.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram para mais notícias do PaiPee.