Elegantes, estilosas e conscientes — Famosas que mostram que repetir roupas é chic

330

Nos últimos dias, a decisão da rainha Camilla em repetir o look do casamento de Meghan Markle e Harry gerou polêmica, devido as suposições sobre qual seria a motivação para tal escolha. O público acredita ser uma provocação por parte da monarca, uma vez que existem rumores de que o casal estaria enfrentando uma crise no relacionamento

Contudo, independente se esse realmente é o propósito de Camilla e qual seja sua opinião sobre o assunto, o importante é ver o lado positivo da situação, o incentivo ao consumo consciente. A ideia de que repetir roupas é deselegante ficou no passado há bastante tempo. É preciso conter o consumismo desenfreado para o bem do nosso planeta e realmente fazer bom uso dos itens que adquirimos. 

Apesar de esse ser um conceito cada vez mais difundido, ainda há pessoas que tem receio de ficarem repetindo suas roupas por preocupação do que os outros possam pensar. Isso ocorre principalmente com looks para ocasiões especiais, que costumam ser mais marcantes. Por isso é tão pertinente exaltar famosas reprisando suas peças em grandes eventos, mostrando que não há problema nenhum nisso, muito pelo contrário, na verdade. 

Além disso, repetir roupas não significa necessariamente repetir looks, é possível reutilizar itens sem que o resultado da produção seja exatamente o mesmo. Criar vários visuais diferentes com uma mesma peça, trazendo uma nova abordagem pode ser bastante divertido, sendo uma oportunidade para mostrar toda a sua criatividade. Essas celebridades conscientes sabem fazer isso muito bem e quem sabe não conseguimos aprender um pouco com elas ao longo da lista a seguir. 

Famosas que repetem roupas

Cate Blanchett 

Uma das celebridades mais adeptas da repetição de roupas, tendo reaproveitado seus looks em eventos por diversas vezes é Cate Blanchett. Engana-se quem pensa que a atriz tenta disfarçar o fato, optando por reutilizar apenas peças básicas e discretas. De macacão com calça pantalona todo de paetês até terno com mangas azuis bufantes super volumosas, Cate não tem medo de repetir seus visuais mais memoráveis. 

Desse modo, essa prática de Blanchett passou a ficar bem conhecida em 2018 quando ela optou por usar o mesmo vestido rendado no Festival de Cannes que tinha utilizado no Globo de Ouro em 2014. Por serem dois eventos que atraem muitos holofotes, o fato gerou um grande número de comentários na época. Mesmo que tenha existido uma minoria para criticar, Cate não se importou nem um pouco com isso e mantém seu hábito sustentável até hoje.         

Helen Mirren

Já Helen Mirren com certeza acredita que quando gostamos de uma peça, temos realmente é que aproveitá-la ao máximo. A atriz britânica usou o mesmo vestido verde com estampa floral da Dolce & Gabbana para inúmeras ocasiões diferentes. Utilizando o item pela primeira vez em 2012, em todas as diversas vezes Helen apostou em composições variadas para estilizar a peça de maneiras distintas. 

Optando por combiná-lo em looks seguindo uma estética mais clássica para o tapete vermelho com colar de pérolas, scarpin nude e bolsa clutch ou então com uma pegada bem mais informal, junto à sobretudo, cachecol, bota e maxi bolsa, Mirren usufruiu de toda a versatilidade que a peça tem a oferecer. E com isso demostrou que deixar aquela sua peça favorita parada no armário é um verdadeiro desperdício.  

Keira Knightley

Um traje de casamento é uma das únicas exceções em que se é justificável guardar um item que não vai ser utilizado novamente devido ao apego emocional. Contudo, Keira Knightley não somente não usou um vestido novo para o dia do seu casamento em 2013, tendo utilizado o artigo pela primeira vez em 2008, como também repetiu a peça outra vez em dezembro daquele ano. 

Para a cerimônia de casamento Keira foi vista com uma vibe bem irreverente com o vestido Chanel branco curto de tule, óculos escuros e tailleur. Enquanto quando a reutilizou após essa data, a peça ganhou uma cara mais romântica com a pequena reforma que adicionou mangas transparentes com punho e gola de renda. Infelizmente, a atriz não pode reaproveitar mais o item depois disso, pois a peça manchou com vinho. Ao invés de ficar triste, Knightley encarou o fato com bom humor, esse é um nível de desprendimento que é bastante admirável.        

Kate Middleton

Não é só a rainha Camilla que tem o costume de reaproveitar suas roupas na família real britânica. O que faz total sentido, uma vez que com tantos compromissos que os membros da Casa de Windsor têm a cumprir, é completamente natural que esse seja o caso. Kate Middleton, no entanto, ficou particularmente conhecida por repetir roupas, dando um bom exemplo para o público. 

A atual Princesa de Gales adota como praxe o reuso tanto de artigos casuais para o dia a dia quanto itens mais formais para ocasiões especiais. Adepta de uma estética clássica, são incontáveis peças que Kate já foi fotografada utilizando em diferentes oportunidades como o blazer azul, que certamente é um queridinho de Middleton. Com um estilo tão atemporal e investido em itens de qualidade torna-se mais fácil usufruir das roupas por um período maior de tempo assim como ela faz.  

Meghan Markle

Meghan Markle é outro membro da família real britânica que contribui para acabar com qualquer estigma em relação a repetir roupas. A Duquesa de Sussex mostra que sabe muito bem como compor seus looks para que as peças do seu guarda-roupa sejam inteiramente aproveitadas. 

Um exemplo disso é o vestido longo roxo, utilizado em um look para o dia durante a primeira gravidez de Markle combinado com sobretudo e scarpins vermelhos em um contraste bastante interessante de cores. Após dar à luz ao seu filho Archie, o item apareceu novamente, dessa vez em uma produção mais sóbria com sapato azul para um evento à noite. Essa é a prova que não é preciso necessariamente reservar para compromissos extremamente formais aquela peça comprada para uma ocasião especial.  

Anna Wintour 

Agora, se ainda restam dúvidas que repetir roupas é chic, é melhor seguir as diretrizes de um dos nomes mais renomados do universo da moda atualmente, Anna Wintour. Editora-chefe da revista Vogue americana e inspiração para a personagem de Miranda Priestly em Diabo Veste Prada, Wintour tem uma vasta influência no setor. Sendo que, ela não apenas tem o hábito de reutilizar suas roupas, bem como recomenda que todos façam o mesmo. É importante ter uma figura com tanto respaldo e notoriedade assim promovendo esse conceito dentro de uma indústria que ainda tem muito a evoluir quando o assunto é sustentabilidade.