Twitter ameaça processar Meta após lançamento do Threads; entenda

75

O Twitter ameaçou processar a Meta após a empresa contratar ex-funcionários da rede social para criar o aplicativo Threads, que surgiu a partir do Instagram. A companhia de Elon Musk afirmou que a rival teria roubado “segredos comerciais” no lançamento da nova plataforma de Mark Zuckerberg.

++José Loreto abre o jogo sobre encontro polêmico com a ex, Rafa Kalimann

O CEO da Meta recebeu um e-mail do Twitter abordando sobre a atitude de Mark em se apropriar de funcionários do Twitter que “tinham e continuam tendo acesso aos segredos comerciais” mesmo após deixarem a multinacional.

No texto enviado à Meta, o advogado de defesa da empresa de Elon afirma que ex-funcionários usaram informações sigilosas para desenvolverem a rede social concorrente. Ainda, o representante diz que profissionais violaram leis estaduais e federais com a atitude.

++Viih Tube toma decisão radical na carreira por causa da filha: “Dinheiro não é tudo”

Por fim, o Twitter afirmou no texto que “reserva todos os direitos, incluindo, mas não limitando, ao direito de buscar recursos civis e medidas cautelares sem aviso prévio para evitar qualquer retenção, divulgação ou uso de sua propriedade intelectual”.

O Threads foi lançado na última quarta-feira (5) sendo uma rede social semelhante ao Twitter. Disponível em 100 países e vinculado ao Instagram, o app já passou de 30 milhões de usuários em todo o mundo.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.