Justiça nega pedido de divórcio de Ana Hickmann com base na Lei Maria da Penha

242

Na manhã desta quarta-feira (29), o pedido de divórcio realizado por Ana Hickmann, fundamentado na Lei Maria da Penha, foi negado pelo juiz da 1ª Vara Criminal e de Violência Doméstica de São Paulo. A informação foi confirmada pelo advogado de Alexandre Correa, ex-esposo da modelo e apresentadora.

++ Ana Hickmann reflete com post motivacional após derrota na justiça: “Tenha paciência”

O representante legal, Enio Martins Murad, informou que, após a decisão judicial, o pedido de divórcio litigioso será encaminhado para tramitação na Vara de Família. Não foram divulgados detalhes sobre os motivos que levaram à negação do pedido por parte da Justiça.

Ana Hickmann formalizou o pedido de divórcio na última quarta-feira (22), embasado na Lei Maria da Penha, conforme confirmado pela própria apresentadora em entrevista veiculada no último domingo (26), pelo programa Domingo Espetacular, da TV Record. Durante a entrevista, a modelo também solicitou uma medida protetiva de urgência contra o marido.

++ Britney Spears diz que Justin Bieber é um gênio atemporal: “Sempre vou dançar com a sua música”

“Dei entrada pela Maria da Penha. A lei está aí para nos proteger. Foi criada por conta de uma mulher que foi vítima disso e tantas outras que também foram vítimas. A lei, que é cada vez mais forte, me protegeu”, declarou Ana durante a entrevista.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.