Juliette revela que foi cortada de filme por causa de seu sotaque: “Quando ouvi gelei, mas já estou calejada”

271

Juliette Freire fez um desabafo nas suas redes sociais. A campeã do BBB 21 revelou que foi cortada de um filme por conta de seu sotaque. Segundo ela, o estúdio a convidou para fazer a dublagem de uma personagem, para um filme com projeção internacional. A paraibana adorou a ideia, mas ao chegar no estúdio para gravar foi pedido que seu sotaque fosse neutralizado. “Como vai ser bonito passar um filme e a criança identificar que o personagem fala igual”. 

++Juliette revela que sofre ataques de xenofobia

A cantora comentou em uma série de vídeos publicados nos stories que foi frustrante passar por aquela situação, mas que já está acostumada. Segundo ela, existe uma necessidade de que peças publicitárias, e até filmes tenham representatividade nesse ponto, e ainda afirmou que seu sotaque será muito ouvido, sim. Ela também comentou sobre a situação durante uma live realizada em seu perfil, no mesmo dia. Depois de desabafar sobre ataques xenofóbicos sofridos, Juliette deixou claro que tem muito orgulho de suas origens, e que não vai desanimar. “Quando ouvi gelei, mas eu já sou calejada nessas situações”. 

++Imprensa internacional confunde namorada de Neymar, Bruna Biancardi, com Marquezine

Juliette recebeu apoio de parte da classe artística, como a cantora Duda Beat, que revelou ser boicotada por rádios por conta de seu sotaque. Internautas subiram a tag “sotaque neutro não existe”, e muitos casos semelhantes foram compartilhados. Já alguns atores afirmaram que a neutralização de sotaques em obras ficcionais é uma prática comum. Giovanna Chaves comentou em uma publicação em um Instagram de fofoca, que na escola de teatro isso é ensinado a todos. “Isso é a coisa mais comum do mundo, temos até aula de prosódia para neutralizar sotaque em preparação de filmes”, afirmou. A atriz ainda explicou o motivo de tal prática: “Neutralizamos para alcançar o país inteiro sem localização, e para não denunciar de onde somos”. Segundo ela, é normal que jornalistas, dubladores, atores, e outras profissões da área façam isso.  

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.