Bruno Gagliasso pede aos seus seguidores que não compartilhe conteúdos do Presidente Bolsonaro

226

Bruno Gagliasso usou suas redes sociais para falar sobre as eleições presidenciais deste ano no Brasil. Ativista e atento às questões políticas, o ator, que faz oposição ao Presidente Jair Bolsonaro, pediu aos seus seguidores para não compartilharem os conteúdos do então candidato.

++Maju Coutinho fala sobre preconceito sofrido por filhos de Bruno Gagliasso e Giovana Ewbank: “Fiquei emocionada”

Em sua análise, Bruno afirmou que o compartilhamento de informações sobre o presidente dá margem para o crescimento do político nas redes, independente se é crítica ou revolta de suas falas polêmicas.

++Giovanna Ewbank se declara para o marido, Bruno Gagliasso: “Pessoa certa”

“A eleição se aproxima e o esgoto só aumenta. Daqui até 02 de outubro eles vão fazer de tudo pra ganhar a sua atenção, mexer com suas emoções e fazer você compartilhar, mesmo como revolta, as suas ideias. Não caiam novamente nessa armadilha. Não podemos repetir os erros de 2018″, iniciou.

A popularidade de Bolsonaro na internet é grande, já que o presidente conta com alguns seguidores intitulados ”Bolsonaristas”.

“Aquele sujeito e a sua tropa estão desesperados pela sua atenção. Nós não podemos dar espaço pra essas pessoas crescerem. O algoritmo trabalha com a nossa revolta, dando mais visibilidade para as ideias dessa gente”, continuou.

“Mentir, falar besteiras, atacar e, assim, despertar nossa revolta. Com isso, perdemos um tempo precioso divulgando esses absurdos e, consequentemente, ele ganha mais espaço, mais visualizações e consegue furar sua bolha”, acrescentou.

Bruno, ainda, elogiou a postura de Anitta, que tem se mostrado à frente de influenciar seus fãs e seguidores sobre as eleições deste ano. “Façam como a Anitta, que aproveita os espaços para divulgar a possibilidade de um outro Brasil. Pra que perder tempo chutando cachorro morto? Falem das nossas ideias, dos nossos candidatos e candidatas a Câmara e ao Senado”, finalizou. 

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram para mais notícias do PaiPee.