Mariana Goldfarb reflete sobre o fim do casamento com Cauã Reymond

79

Mariana Goldfarb voltou a falar do divórcio com Cauã Reymond em uma reflexão nas redes sociais. A modelo disse que precisou de um tempo em meio ao fim do casamento e que aproveitou o tempo para se conhecer como mulher.

++Madonna interrompe show por ar-condionado desligado: “Me respeitem”

“Eu achava que virar mulher era aos 30 já casada, já estar com dois filhos, ser uma boa dona de casa, bonita, ter um emprego meio expediente, esperar o marido chegar para servir o jantar e fazer o dever de casa com as crianças. E, assim, ter um emprego só para sentir que eu estava contribuindo com a sociedade minimamente. Isso era o que eu eu achava”, disse Mariana.

“Esse era o papel que eu achava que eu tinha que desempenhar enquanto mulher. Minha casa caiu e a vida me chacoalhou de uma maneira tão forte e me colocou no chão, continuou ela.

++5 famosos que saíram das redes sociais para cuidar da saúde mental

A artista ainda contou que não gostava de estudar: “Quando eu fui fazer Direito, era porque o meu namorado que fiquei 11 anos foi fazer direito. Fui atrás. Quando eu fui fazer comunicação, era porque era perto da casa de um outro namorado e também não gostei. Fui percebendo que eu nunca fazia as coisas porque eu queria.”

Mariana Goldfarb fez uma comparação na época em que era casa com Cauã, e agora um ano após o divórcio. “Eu estava fazendo as coisas pensando nos outros, pensando em assumir um papel que, para mim, parecia o único papel a ser seguido, porque isso significa ser mulher, sempre ser a segunda, sempre estar acompanhando, era sempre ser o chaveiro. Agora, um ano depois do meu divórcio, consigo entender os cenários de uma maneira tão diferente”, declarou.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook no Twitter e também  no Instagram para mais notícias do PaiPee.