Biden afirma que Netanyahu pode estar prolongando guerra por objetivos políticos

54

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que o líder israelense Benjamin Netanyahu pode estar protelando o fim da guerra em Gaza por razões políticas, de acordo com uma entrevista à revista Time divulgada na terça-feira (4).

++ Mais de 18 milhões de alunos participam da 1ª fase da OBMEP

Com isso, os comentários na entrevista de 28 de maio foram feitos poucos dias antes de Biden detalhar uma proposta de cessar-fogo em Gaza, e enquanto o primeiro-ministro israelense luta com profundas divisões políticas internas.

Dessa forma, questionado se achava que Netanyahu estava prolongando a guerra pelas suas próprias razões políticas, Biden disse: “Há todos os motivos para as pessoas tirarem essa conclusão”.

++ PIX responde por 39% das transações financeiras em 2023, diz Banco Central

Assim, Biden, que tem pressionado pelo fim da guerra de quase oito meses, também disse ser “incerto” se as forças israelenses cometeram crimes de guerra em Gaza.

Vale lembrar que Israel lançou uma ofensiva aérea e terrestre em Gaza em outubro do ano passado, prometendo destruir o grupo islâmico palestino Hamas depois que este atacou dentro de Israel, matando cerca de 1.200 pessoas e fazendo mais de 250 reféns, segundo registros israelenses. Cerca de 120 reféns permanecem em Gaza.

Além disso, o ataque israelense matou mais de 36 mil pessoas em Gaza, segundo as autoridades de saúde locais, que afirmam que mais milhares de corpos estão enterrados sob os escombros.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.