Anatel publica medidas contra venda online de celulares sem certificação

18

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) publicou, no “Diário Oficial da União” desta sexta-feira (21), uma série de medidas para coibir a venda online de celulares sem certificação de uso no país.

++ ‘Paralisação Lunar’ saiba o que é o fenômeno que acontece hoje (21)

Com isso, a Anatel decidiu publicar as regras diante do aumento expressivo da venda de aparelhos não homologados, que já são cerca de 25% dos celulares comercializados no país.

No primeiro trimestre deste ano, foram vendidos 8,5 milhões de smartphones legais. E 2,9 milhões não foram homologados.

Dessa forma, de acordo com as regras publicadas pela Anatel nesta sexta, as empresas que vendem celulares em sites ou aplicativos de e-commerce devem:

++ 66% dos brasileiros são contra o PL sobre o aborto, diz Datafolha

incluir o número do código de homologação do aparelho celular no anúncio de venda
verificar se o código corresponde ao da base de dados da Anatel
impedir a venda e retirar o cadastro de celulares que não sigam essas regras

Além disso, a Anatel informou ter um sistema para fiscalizar os anúncios dos aparelhos irregulares. De acordo com a agência, a empresa de venda online que não seguir as novas determinações no prazo de 15 dias será multada em R$200 mil por dia.

Se o descumprimento persistir, o valor da multa pode chegar a R$6 milhões e pode haver o bloqueio da plataforma de venda.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.