Jeremy Renner diz “não ter energia” para abraçar personagens difíceis após acidente

18

O astro Jeremy Renner deu a entender que sua carreira deve progredir de forma diferente no futuro, dizendo que “não tem mais energia ou combustível” para abraçar projetos complexos e personagens difíceis após o acidente que o deixou de cama por meses entre 2022 e 2023.

++ Álcool causa 2,6 milhões de mortes por ano no mundo, alerta OMS

“Eu preciso de toda a minha energia para existir nessa realidade, nesse corpo. Não consigo largar tudo e ir brincar de faz-de-conta neste momento da minha vida, porque toda a minha concentração está no ato de existir no presente, com pensamentos positivos, em constante crescimento”, comentou ele, em aparição no podcast SmartLess.

Com isso, retornar ao set de “O Dono de Kingstown” para a terceira temporada já foi um esforço “significativo”, de acordo com Renner, mas a familiaridade com o universo da série ajudou no processo: “É um personagem que eu sei fazer bem, que já conheço muito bem, então foi mais fácil voltar a habitá-lo”.

++ Barcelona, Veneza e mais cidades enfrentam problema com turismo em massa

“No entanto, se um projeto mais desafiador aparecer pela frente, não consegui abraçá-lo. É claro que toda produção tem seus desafios, mas estou falando em um sentido mais geral – se eu tivesse que interpretar Dahmer, por exemplo [Renner estrelou o filme Dahmer, sobre o famoso serial killer americano, em 2002], é algo muito longe de mim. Eu não conseguiria”, comentou.

O próximo trabalho de Renner é “Wake Up Dead Man: A Knives Out Mystery”, continuação da franquia de detetive estrelada por Daniel Craig e criada por Rian Johnson.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.