Dólar dá trégua e cai mais de 2% após semanas em alta

13

O dólar opera em queda nesta quarta-feira (3), com o mercado ainda cauteloso com as críticas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Banco Central do Brasil (BC), mas com sinais mais positivos de controle da inflação nos Estados Unidos animando os mercados.

++ Julho terá temperaturas acima da média em todo o país

Por aqui, investidores monitoram as reuniões que aconteceram ao longo desta quarta-feira entre Lula, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e a equipe econômica do governo. Oficialmente, o governo diz somente que a reunião de Lula e Haddad tratará do “tema fiscal”, mas o mercado acredita que medidas para tentar conter o avanço do dólar também foram discutidas.

Assim, a moeda americana vive semanas de disparada e, ontem, encerrou o dia cotada a R$5,66, depois de bater os R$5,70 durante a tarde. Esse é o maior patamar em dois anos e meio e reflete, sobretudo, a cautela do mercado com as recentes críticas de Lula ao BC e seu presidente, Roberto Campos Neto.

Na terça-feira (2), Lula disse que há um “jogo de interesse especulativo” contra o real e que o governo avalia medidas. O presidente diz que a reação de alta da moeda americana após as críticas feitas por ele ao Banco Central e ao seu presidente, Roberto Campos Neto, “não têm explicação”.

++ Biden confirma que seguirá na disputa pela reeleição

Isso levou à terceira alta seguida do dólar. Em 27 de junho, custava R$5,5079. De lá até o último pregão, nesta terça, a moeda já avançou 16 centavos.

Com isso, no exterior, ontem, o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) disse que a inflação nos Estados Unidos deve voltar à meta de 2% ao ano até 2025. Hoje, o Fed divulgou a ata de sua última reunião, que pode trazer mais sinais sobre o futuro dos juros no país.

Confira abaixo o resumo dos mercados.

Dólar

Às 15h45, o dólar caía 1,75%, cotado a R$ 5,5663. Na mínima, chegou a R$ 5,5404. Veja mais cotações.

No dia anterior, o dólar teve alta de 0,22%, cotado a R$ 5,6652. Na máxima do dia, chegou a R$ 5,7007.

Com o resultado, acumulou:

avanço de 1,37% na semana;
ganho de 1,37% no mês;
alta de 16,75% no ano.

Não deixe de curtir nossa página no Facebookno Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.