Prazo para trocar a antena parabólica termina em 18 de agosto

17

Quem assiste à TV aberta por meio de uma antena parabólica tradicional, do modelo mais antigo, vai ter que substituir por outra para não perder o sinal.

++ Julho terá temperaturas acima da média em todo o país

A saber, em muitos casos, essa troca é de graça. Todos os sinais das parabólicas antigas serão desligados até dezembro.

Assim, a interrupção do sinal obrigatória foi definida quando a Anatel, a Agência Nacional de Telecomunicações, criou as regras para o 5G entrar em operação no Brasil. E tem um motivo para isso.

Essa nova geração da internet móvel opera na chamada Banda C, que é a mesma de faixa de frequência do sinal de TV de canais abertos, transmitido para as parabólicas tradicionais.

++ Dólar dá trégua e cai mais de 2% após semanas em alta

Com isso, uma faixa de frequência é como uma “estrada no ar”, por onde os dados circulam.

Quando transmissões diferentes usam frequências muito próximas, os equipamentos sofrem interferência: imagens com “chuvisco”, quadradinhos como disse a Dona Maria, até a queda da conexão.

Esses problemas de recepção já acontecem nas cidades onde o 5G está ativado para quem ainda não trocou as parabólicas antigas.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram para mais notícias do PaiPee.