Lula não foi convidado para discursar na ONU após ‘fiasco de Bolsonaro’

64

Circula nas redes sociais uma publicação afirmando que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), teria sido convidado para discursar na ONU. O post afirma que o convite aconteceu após “fiasco” de Jair Bolsonaro (sem partido).  Na última terça-feira (22), foi dado início à 75ª edição da Assembleia Geral da organização e Bolsonaro fez o discurso de abertura, como tradicionalmente acontece com os presidentes brasileiros.

“ONU convida Lula para discursar, após fiasco de Bolsonaro” ­ Texto publicado no Blog do Esmael e compartilhado mais de 9 mil vezes no Facebook. (Fonte: Reprodução)

Essa informação é falsa. Apesar da informação que circula nas redes sociais não é verdade que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi convidado para discursar na Organização das Nações Unidas (ONU). Lula, na verdade, participará de um webnar promovido pela Organização do Mundo Islâmico para Educação, Ciência e Cultura (Icesco).

O evento do qual Lula fará parte não compõe a agenda da 75ª edição da Assembleia Geral, que contou com um discurso do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na cerimonia de abertura que aconteceu terça-feira (22). Tanto a ONU, quanto o Instituto Lula, confirmam que os eventos não estão relacionados.

Apesar disso, Koumbou Boly Barry, que atualmente exerce o cargo de Relatora Especial para o Direito a Educação no Conselho de Direitos Humanos da ONU, será uma das participantes do evento da Icesco. Por definição, relatores especiais são especialistas independentes, cuja função é produzir relatórios sobre a situação de determinado aspecto dos direitos humanos no mundo, em uma região ou em um determinado país. Além disso, foi Barry, que também é ex-ministra da Educação de Burkina Fasso, que convidou o ex-presidente brasileiro.

O texto com informações falsas que circula na internet foi publicado no site “Blog do Esmael”. Um dia após a publicação, o jornalista publicou uma “nota de esclarecimento. Segundo ele, o próprio Instituto Lula afirmou que o evento não é da ONU e “não tem nada a ver com o discurso do Bolsonaro”.

Conteúdo de fact-checking do Pipeify.