Biden afirma que protestos não mudaram posição dos EUA em relação a Israel

26

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse nesta quinta-feira (2) que seu apoio a Israel permanece inabalável em meio aos protestos contra a guerra em Gaza que ocorrem em campi universitários de todo o país.

++ Trump afirma que só aceitará o resultado da eleição ‘se tudo for honesto’

Dessa forma, após um pronunciamento de Biden, um repórter perguntou se os protestos o forçaram a reconsiderar as políticas americanas em relação à região. “Não”, respondeu o presidente.

Biden já disse anteriormente que apoia o direito de Israel de se defender do Hamas, mas insistiu que mais ajuda humanitária flua para Gaza.

Com isso, ele pressionou Israel e o Hamas a chegarem a um acordo sobre a libertação de reféns que também resultaria num cessar-fogo temporário.

Além disso, o presidente americano disse que os manifestantes nos campi universitários deveriam ser livres para expressar suas opiniões, mas não deveriam evoluir para invasão ou violência.

++ São Paulo pode bater nessa quinta-feira recorde histórico de calor para maio

No entanto, ao traçar uma linha entre protestos pacíficos e manifestações violentas, Biden reconheceu que os manifestantes tinham o direito de ter as suas vozes ouvidas, mas criticou os casos de invasão e vandalismo que ocorreram.

“Protestos violentos não são protegidos”, disse Biden. “Protestos pacíficos são. É contra a lei quando ocorre violência. Destruir propriedade não é um protesto pacífico. É contra a lei.”

“Vandalismo, invasão de propriedade, quebrar janelas, fechar o campus, forçar o cancelamento de aulas e formaturas – nada disso é um protesto pacífico.”

“Todos vimos imagens que põem à prova dois princípios americanos fundamentais: o primeiro é o direito à liberdade de expressão e às pessoas se reunirem pacificamente e fazerem ouvir as suas vozes. O segundo é o Estado de Direito. Ambos devem ser mantidos”, disse Biden na Sala Roosevelt.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook no Twitter e também  no Instagram para mais notícias do PaiPee.