Inep nega adiamento do ENEM, mas exame não tem data definida

59

Após a divulgação da portaria com os planejamentos para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em 2021, liberada pelo Diário Oficial da União, foi levantada a hipótese de adiamento das provas do ENEM. Isso porque o documento não especificava as datas de aplicação do exame. O Inep negou a informação.

+ Produção da CoronaVac será interrompida por falta de recursos

O adiamento, atribuído principalmente à falta de orçamento, havia sido comentado pelo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Danilo Dupas Ribeiro, e confirmado à imprensa pela presidente do Conselho Nacional de Educação (CNE), Maria Helena Guimarães de Castro. No entanto, o instituto voltou atrás.

Em nota, o Inep afirmou que há orçamento suficiente para a aplicação do exame e que “está concluindo o processo de planejamento e elaboração do cronograma de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 e engajado para que as provas sejam realizadas ainda neste ano”. 

O edital de isenção de taxa já foi divulgado. A solicitação começa nesta segunda-feira (17) e vai até o dia 28 de maio. O mesmo prazo vale para a justificativa de ausência no ENEM 2020. Os resultados serão divulgados no dia 9 de junho e os recursos podem ser enviados entre os dias 14 e 18 de junho, com resultados no dia 25 do mesmo mês. As datas de aplicação das provas continuam indefinidas.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.