Marina Ruy Barbosa nega boatos de projeto financiado por homem

Nesta quinta-feira (11), Marina Ruy Barbosa rebateu algumas críticas e boatos que giram em torno de sua marca de roupas, Ginger. Por meio de seu perfil oficial no Twitter, a atriz indignou-se com os comentários insinuando que a Ginger foi financiada por homens.

++ Marina Ruy Barbosa revela ter vontade de ser apresentadora: “Esperando o Boninho”

“Entendo que seja difícil entender e acreditar que por trás da minha marca não tem um grupo grande e principalmente que não tenha dinheiro de um homem na empresa. Sorry, mas nunca teve…”, iniciou a sequência de tweets.

++ Marina Ruy Barbosa fala sobre o lado negativo da fama

“Qualquer notícia sobre isso é mentira. Aprendam a dar os méritos, galera. Já tiveram fundos e investidores interessados sim, mas a empresa não foi vendida”, garantiu Marina.

“Muito menos a Ginger, teve injeção de capital de nenhum empresário ou grupo. Mais uma vez, precisamos aprender a respeitar a história de mulheres que constroem seu próprio caminho”, desabafou.

Confira:

Marina ainda fez piada com o assunto

“Eu sou minha própria vel** da lancha!”, escreveu brincando em outro tweet, fazendo referência a um meme que gira a internet há algum tempo. A precursora da frase foi Cher que, em entrevista, disse não procurar um homem rico, pois já era “o próprio”. Desde então, a expressão foi sendo alterada e reverberada para ilustrar a independência feminina.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.