Ex-assessor de Gabriel Monteiro usa colete à prova de balas em depoimento no Rio

Os processos contra o vereador Gabriel Monteiro (PL) continuam em andamento no Rio de Janeiro. Nesta última quarta-feira, 25, o ex-assessor do vereador, Vinícius Hayden Witeze, prestou depoimento ao Conselho de Ética da Câmara do Rio. O rapaz usou colete à prova de balas e diz sofrer ameaças constantes. Ele foi a primeira testemunha a ser ouvida no processo que pode levar a cassação do vereador.

++Recurso de Gabriel Monteiro é rejeitado pela Comissão de Justiça da Câmara Municipal do Rio de Janeiro

Além dele, outro ex-funcionário de Gabriel também prestou depoimento. Heitor Monteiro de Nazaré Neto também confirmou que o parlamentar os assediavam e relatou ameaças por parte dos seguidores de Gabriel Monteiro. Ambos falaram por 8 horas e contaram que temem pelas suas vidas, segundo o vereador Luiz Ramos Filho.

++Caso não seja cassado pela Câmara Municipal, Gabriel Monteiro pode ser candidato a deputado federal

Segundo os ex-assessores, Gabriel também manipulava os vídeos de seu canal no Youtube, além de forjar dossiês contra outros parlamentares e autoridades públicas, de acordo com as informações obtidas pela assessoria do Conselho de Ética.

Mesmo com as denúncias, Gabriel Monteiro só cresce nas redes sociais. Com vídeos diários sobre sua conduta parlamentar, bem como sua atuação a serviço público, Monteiro conta com grandes números de visualizações e compartilhamentos.

O parlamentar responde ao processo por quebra de decoro na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, após diversas denúncias virem à tona. Além de ser Réu em um processo no Ministério Público do Rio de Janeiro MP-RJ, após um vídeo íntimo do influenciador com uma menor de idade cair nas redes sociais.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.