Giovanna Lancellotti fala sobre amizade e traição

44

Na manhã desta sexta-feira (20/10), a revista “Quem”, publicou uma entrevista com alguns atores do novo filme nacional “O Lado Bom de Ser Traída”. Na ocasião, Giovanna Lancellotti, 30 anos, falou sobre seu novo trabalho na produção da Netflix, e refletiu sobre o tema. Segundo a artista, é muito importante ter o apoio das amigas nestes momentos.

++ “Todas as mulheres deveriam ser feministas”, diz Giovanna Lancellotti

Giovanna Lancellotti fala sobre a importância da amizade ao descobrir uma traição

Inspirado no livro homônimo de Sue Hecker, o romance foca na liberdade e empoderamento feminino. Após descobrir ter sido traída pelo noivo, Babi (Giovanna Lancellotti) se envolve com o juiz enigmático Marco (Leandro Lima) com o forte apoio da amiga solteira Paty (Camilla De Lucas).

O que eu acho muito legal nas nossas personagens é a troca (…). [O] Quanto uma mulher faz tanta diferença na vida da outra. A Babi só se ergue, só se levanta, só pinta o cabelo, só volta o brilho dela pela Pati, que tem muita força, potência nessa amizade por levantar ela.“, pontuou Giovanna logo a princípio.

++ Giovanna Lancellotti revela que ela e Caio Castro fugiram de um hospital no Chile

Atriz fala sobre filme americano: “Falando mal”

Comparada ao sucesso “Cinquenta Tons de Cinza”, Lancellotti destacou também o fato da personagem vivida por Dakota Johnson não ter apoio de outras mulheres: “A Anastasia [de 50 Tons de Cinza] não tem uma amiga.“, destacou a atriz. “Não falando mal [da produção], queria dizer que adoro ela, cada um com a sua história, não estou aqui para julgar. (risos).“, concluiu.

Conteúdo de fact-checking do PaiPee.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook , no Twitter e também no Instagram para mais notícias do PaiPee.