Cerca de 1,2 milhão de títulos de eleitores foram cancelados na Bahia

37

A Bahia possui cerca de 1,2 milhão de títulos de eleitor cancelados, segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral do estado.

++ Inundações fazem mais de 2 mil pessoas deixarem as casas no Uruguai

Dessa forma, essencial para participação nas eleições municipais de 2024, o prazo para emitir ou regularizar o título foi encerrado na última quarta-feira (8).

A saber, na última semana, 203.045 pessoas foram regulamentar a situação eleitoral na Bahia, sendo 23.914 na capital Salvador e 179.131 no interior.

Por outro lado, já na quarta-feira (8), último dia do cadastro, 47.503 pessoas buscaram o TRE-BA, sendo 40.750 no interior.

++ 50% aprovam o trabalho de Lula e 47% desaprovam, mostra pesquisa

Com isso, os serviços mais buscados foram: a emissão da primeira via do título (21.408), revisões cadastrais (11.813) e transferências de domicílio eleitoral ou mudanças de local de votação (14.282).

Até as 18h, a sede do TRE-BA, no Centro Administrativo da Bahia (CAB) , estava com uma extensa fila de pessoas que precisavam emitir ou regularizar o título de eleitor.

Vale lembrar que pessoas entre 18 e 70 anos, alfabetizadas são obrigadas a votar. Quem não estiver com a situação eleitoral regulamentada, fica impedido de praticar alguns atos da vida civil: como prestar vestibular, realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) fazer a matrícula em universidades públicas, pegar empréstimos bancários em bancos públicos e ainda, para funcionários públicos, é possível até que o salário seja suspenso.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram para mais notícias do PaiPee.